Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cidadãos de Istambul regressam às urnas

Os residentes de Istambul regressaram este domingo às urnas numa repetição do escrutíneo realizado em março passado e anulado pelo governo devido a alegações de irregularidades. O presidente do país, Recep Taypp Erdogan votou durante a manhã. Em março o escrutíneo foi ganho pelo candidato da oposição, Ekrem Imamoglu, do Partido Republicano Popular. Para muitos eleitores é fundamental que as leis sejam cumpridas. "Esta segunda eleição, penso que vai resolver a maior parte dos problemas ao nível social, político e ético", afirma Gokturk Uyan, um residente e eleitor de Istambul; para outros contudo, a decisão da Comissão Eleitoral de anular o primeiro escrutíneo foi errada. "Todos se oposeram à decisão da Comissão Eleitoral de repetir as eleições. Ninguém pensou que fosse normal. Espero que esta eleição decorra dentro das leis", afirma Varol Oncer, arquiteto e eleitor em Istambul. O partido no poder é representado por Binali Yildirim, um aliado do presidente Erdogan. Ekrem Imamoglu, do Partido Republicano Popular (CHP), representa a oposição. Antes, Imamoglu descreveu a anulação do primeiro escrutíneo como um golpe contra a demcoracia.
image beaconimage beaconimage beacon