Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Extinction Rebellion vai entrar na segunda semana de protestos

O movimento global Extinction Rebellion prepara-se para entrar na segunda semana de protestos, bloqueios e atos de desobediência civil em prol da luta contra as alterações climáticas. Em Bruxelas, cerca de 300 ativistas foram detidos, depois de canhões de água e gás lacrimogéneo não terem sido suficientes para desmobilizar um protesto. Em Paris, os manifestantes bloquearam a circulação em frente ao Parlamento, obrigando também a uma intervenção policial. Com origem no Reino Unido, o movimento Extinction Rebellion exprimiu-se na última semana por 60 cidades em todo o mundo. Milhares de manifestantes desfilaram este sábado pelas principais artérias comerciais de Londres numa "marcha funerária" pelo planeta. O centro da capital da República Checa, Praga, também se viu bloqueado pelos contestatários, bem como a principal via de acesso ao Museu Nacional. Os ativistas do movimento Extinction Rebellion denunciam a inação dos governos e exigem medidas concretas, ambiciosas e imediatas por parte dos líderes mundiais para combater as alterações climáticas.
image beaconimage beaconimage beacon