Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo escocês quer novo referendo à independência

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, considera que se houver Brexit, os escoceses devem poder voltar a escolher se continuam ou não no Reino Unido, tendo anunciado esta quarta-feira que vai legislar no sentido de organizar novo referendo à independência até 2021. "Considero que uma escolha entre o Brexit e um futuro para a Escócia como nação europeia independente deve ser oferecida durante este Governo. Se a Escócia for retirada da União Europeia, a opção de um referendo à independência nesse período de tempo deve ser-nos dada. Essa será a nossa rota para evitar o pior dos danos que o Brexit provocará", disse Sturgeon. Um porta-voz da primeira-ministra britânica, Theresa May, já respondeu ao anúncio de Nicola Sturgeon, dizendo que a Escócia efetuou uma consulta popular em 2014 e que o resultado, a rejeição da independência, deve ser respeitado.
image beaconimage beaconimage beacon