Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sanções dos EUA bloqueiam cargueiros iranianos no Brasil

Alvos colaterais das sanções norte-americanas contra Teerão, dois cargueiros iranianos estão bloqueados sem combustível há mais de um mês e meio no porto de Paranaguá, no sul do Brasil. A petrolífera estatal brasileira Petrobrás recusou reabastecer os navios, temendo represálias dos Estados Unidos, já que tanto as embarcações em questão como a empresa de transporte iraniana para a qual operam, a Sapid Shipping Company, são contempladas na lista de restrições comerciais definidas pelas autoridades norte-americanas. Os cargueiros deviam voltar ao Irão com mais de cem toneladas de milho. A empresa exportadora alega que, tratando-se de alimentos, as cargas não estão contempladas pelas sanções norte-americanas, mas geralmente este tipo de transporte não é realizado por cargueiros de bandeira iraniana e, nas raras vezes em que isso acontece, os navios viajam com combustível suficiente para voltar ao país de origem.
image beaconimage beaconimage beacon