Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Notícias de Saúde e Bem-estar

Aprenda a encontrar o seu hygge, o segredo para a felicidade

Logótipo de Move Notícias Move Notícias 11/08/2017 Redação

Não é por acaso que quando alguém diz “algo vai mal no reino da Dinamarca”, significa que há problemas no paraíso. É que o povo dinamarquês é há muito considerado o mais feliz do mundo.

E no caso deles, a felicidade pode vir em maneiras simples: estar com amigos, desfrutar de um chocolate quente num dia de inverno, aproveitar o sol no verão e por aí fora.

No fundo o segredo é uma forma de estar e pensar. E traduz-se numa só palavra: hygge (lê-se: “hu-ga”). De origem norueguesa, enraizou-se de tal forma na Dinamarca que já existe em várias derivações e tornou-se numa daquelas palavras tão intrínsecas num país que não tem tradução correta nas outras línguas (como a nossa “saudade”).

Isto faz parte do estilo de vida nórdico e, em concreto, dinamarquês. Por isso é que só lá é que há atividades e hábitos considerados hyggelig (adjetivo para o que é hygge). Mas não é só lá que se pode ter/usufruir do hygge.

Depende de cada pessoa e de cada perceção. Por exemplo, se para si felicidade é ver um jogo do seu clube do coração ou de assistir à sua vitória, então isso faz parte do seu hygge. Se prefere jantar com amigos ou outra(s) pessoa(s) em particular, tem aí o seu hygge.

© DR

No fundo trata-se, como tudo na vida, de relativizar e dar importância ao que realmente gostamos. Por isso é que os dinamarqueses são, e em 2016 voltaram a sê-lo, o povo mais feliz. Não que andem sempre a sorrir, mas sim porque sabem que a felicidade não é um estado eterno, mas sim feita de momentos. E cabe a cada um atingi-la.

E quando a atingirmos, é porque estamos hyggebukser (qualquer coisa como: a fazer algo que nos leve ao hygge).

Claro que não é só a Dinamarca que tem pessoas felizes no mundo. Também não se deve pensar que tem de se copiar o que os dinamarqueses fazem ou o modo como vivem, pois as realidades são diferentes de país para país. E o facto deles dividirem o dia em terços: um terço para o trabalho, um terço para a família e um terço para o lazer, não é algo que se venha a ter em Portugal, por exemplo.

A ideia aqui é que encontre o seu hygge, onde quer que esteja. Sinta-se bem, rodeie-se de pessoas e coisas boas et voilà. Está hyggenizada/o (à maneira portuguesa).

hygge © MoveNotícias hygge
AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon