Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Health & Fitness - Top Stories - Notícias de Saúde e Bem-estar

Os cuidados que deve ter consigo e com a sua família no tempo frio

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 02/12/2019 Liliana Lopes Monteiro

Com o Inverno à porta, há medidas e cuidados que devem ser tidos em conta para enfrentar o frio. As pessoas mais velhas, com defesas baixas ou problemas de saúde, são as mais afetadas e podem mesmo acabar por sofrer graves consequências se não tiverem cuidados especiais.

Com o Inverno à porta, há medidas e cuidados que devem ser tidos em conta para enfrentar o frio. As pessoas mais velhas, com defesas baixas ou problemas de saúde, são as mais afetadas e podem mesmo acabar por sofrer graves consequências se não tiverem cuidados especiais. © iStock Com o Inverno à porta, há medidas e cuidados que devem ser tidos em conta para enfrentar o frio. As pessoas mais velhas, com defesas baixas ou problemas de saúde, são as mais afetadas e podem mesmo acabar por sofrer graves consequências se não tiverem cuidados especiais.

Ciente disso, o Grupo ORPEA, comprometido em garantir a tranquilidade dos familiares e manter as capacidades físicas e cognitivas dos seus residentes, reuniu um conjunto de dicas e conselhos para si e para a sua família.

As pessoas mais velhas, especialmente a partir dos 75 anos, são mais vulneráveis a mudanças repentinas de temperatura, uma vez que o corpo nessas idades perde calor com muita facilidade e tem mais dificuldade a gerá-lo.

Algumas doenças, como as relacionadas à circulação sanguínea ou ao sistema respiratório, são bastante afetadas pelo frio. Nesses casos, os vasos sanguíneos tendem a reprimir e a retardar a circulação sanguínea, aumentando a probabilidade de haver um ataque cardíaco ou derrame.

No entanto, um dos problemas mais graves causados pelas baixas temperaturas, e com consequências muito graves, é a hipotermia. Os sintomas mais significativos são: pele fria e movimentos mais lentos, mais pronunciados do que o habitual.

Dicas para enfrentar temperaturas baixas

Faça uma dieta adequada que permita uma produção um pouco maior do que o habitual em calorias. Para isso, poderá aumentar a ingestão de carbo-hidratos (arroz, massa, legumes ...) e proteínas (carne ou peixe). É também altamente recomendável beber bastantes líquidos (infusões, sumos com vitamina C, etc.). Obrigar-se a manter-se hidratado, mesmo que não tenha sede, é essencial nesta altura do ano.

É ainda essencial usar calçado adequado ao exterior. Evitar quedas deve ser uma das principais preocupações para as pessoas de mais idade. Mesmo assim, é importante manter-se ativo em qualquer época do ano, embora nesta altura seja recomendável fazê-lo durante o dia.

É essencial ter atenção ao que se veste na hora de sair de casa, de forma a que esteja agasalhado e confortável. Evite locais onde a temperatura esteja demasiado elevada e use cachecol, gorro e luvas o máximo possível, de forma a proteger essas partes do corpo, muitas vezes esquecidas mas não menos importantes.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pelo terceiro ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas 2019 para Imprensa Online. Descarregue a nossa App gratuita para iOS e Android

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon