Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sintomas de cancro de pele que nem sempre são fáceis de decifrar

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 10/08/2017 Daniela Costa Teixeira
Fortemente associado a deformidades em sinais, o cancro da pele esconde outros sintomas não tão visíveis.: Sintomas de cancro de pele que nem sempre são fáceis de decifrar © iStock Sintomas de cancro de pele que nem sempre são fáceis de decifrar

O cancro da pele é uma das doenças cutâneas mais temidas - podendo mesmo ser fatal - e é causada pelo crescimento anormal e excessivo de células que, quando não desaparecem, dão origem a um tecido tumoral, designado de neoplasia. A neoplasia pode ser benigna ou maligna e, neste caso, dá-se o aparecimento do cancro.

A deformidade de sinais é um dos mais claros indícios desta doença, contudo existem outros sintomas associados aos sinais e a outras partes do corpo que nem sempre são fáceis de decifrar e até mesmo de relacionar com o cancro cutâneo.

É o caso da dor abdominal e das cólicas. À revista norte-americana Prevention, o médico Jeremy Davids destaca que além do aparecimento de 'papos' no corpo, é possível surgir ainda uma dor mesmo acima da cintura, uma dor muitas vezes inofensiva e comum a tantas outras patologias e que, por isso, raramente é apontada como primeiro sintoma de cancro. Contudo, quando esta dor ou cólica surge em simultâneo com deformidades em sinais, então o melhor é mesmo ir ao médico o quanto antes.

Por existir o risco do melanoma afetar os pulmões, o fígado e os ossos, as dores nas articulações podem ser um outro sintoma da doença, com especial destaque para a zona do joelho e da anca, onde esta dor tende a ser mais intensa.

Diz ainda o médico que a visão turva e as dores de cabeça podem ser outros sintomas a avaliar na hora de despistar um cancro da pele.

Associado, na maioria dos casos, à exposição solar excessiva e desprotegida, o cancro da pele pode ser ainda desencadeado por outros fatores. E o vinho verde é um deles.

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon