Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cientistas criam rato transgénico para servir de alarme de pandemias

Logótipo de LusaLusa 10/04/2017 António Pereira Neves
IEMM MUENSTER / HANDOUT/IEMM MUENSTER © EPA / IEMM MUENSTER / HANDOUT IEMM MUENSTER / HANDOUT/IEMM MUENSTER

Redação, 10 abr (Lusa) - Investigadores na Alemanha criaram um rato transgénico que poderá ajudar a identificar novas estirpes do vírus da gripe capazes de provocar pandemias globais, como se descreve num estudo publicado hoje numa revista especializada.

No artigo do Journal of Experimental Medicine, os cientistas criaram através de manipulação genética um rato com uma proteína encontrada no sistema imunitário humano, a MxA.

Esta proteína é um dos obstáculos às infeções pelo vírus da gripe, e é capaz de proteger culturas de células do vírus da gripe aviária mas é ineficaz contra mutações que conseguem infetar humanos.

Os cientistas esperam que os ratos transgénicos consigam ser como uma espécie de alarme. Se algum vírus os infetar, sabe-se que se trata de um vírus com uma mutação que é capaz de vencer o sistema imunitário humano.

"O nosso rato transgénico com MxA consegue distinguir entre estirpes do vírus sensíveis à proteína e estirpes que conseguem fugir-lhe e, em consequência, têm potencial de provocar pandemias em humanos", afirmou o investigador Peter Staeheli, do Instituto de Virologia do Centro Médico da Universidade de Freiburgo.

APN // PMC

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon