Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Notícias de Saúde e Bem-estar

O que comer para resistir à bola de Berlim

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 19/06/2017 Daniela Costa Teixeira
Está oficialmente aberta a época do 'olha a bolinha de Berlim'.: O que comer para resistir à bola de Berlim © iStock O que comer para resistir à bola de Berlim

Se travar a gula por açúcar é já uma tarefa hercúlea em qualquer época do ano, o que dizer assim que se ouve aquele 'chamamento' do 'olha a bolinha de Berlim'.

Este bolo é um dos petiscos mais apreciados nas praias portuguesas, mas, embora seja extremamente calórico e rico em açúcar e gordura, o seu consumo não deve ser, de todo, evitado (salvo aconselhamento médico, é claro).

Comer uma ou duas bolas de Berlim por verão não faz mal a ninguém, mas é importante não exagerar e conseguir controlar a gula. Como? Tendo sempre por perto alguns snacks igualmente saborosos, mas muito menos penosos para a saúde.

Como destaca o The Independent, existem alimentos que ajudam a travar eficazmente o consumo de açúcar, como é o caso do óleo de coco, que pode ser adicionado ao café pós-almoço, por exemplo.

Levar para a praia umas chips de batata-doce preparadas com óleo de coco e canela é também uma opção a ter em conta na hora de dizer não à bola de Berlim ou a qualquer outro doce que esteja a ser vendido na praia.

Mais natural e igualmente saciante são os palitos de cenoura, que podem ser barrados com húmus ou guacamole.

Entre as várias opções listadas pelo jornal britânico para dizer 'não' ao açúcar está a manteiga de frutos secos, que pode ser usada para barrar umas bolachas naturais. O ideal é que esta manteiga seja feita única e exclusivamente com frutos secos, não levando qualquer tipo de açúcar, adoçante ou corante.

Como não poderia deixar de ser, o chocolate negro (preferencialmente com um teor de cacau superior a 85%) é também uma boa aposta, devendo ser consumido quando ainda está fresco.

Se pretende travar, de vez, a gula por qualquer doce, eis as melhores apostas.

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon