Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Notícias de Saúde e Bem-estar

O que nunca deve fazer quando está de estômago vazio

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 11/08/2017 Daniela Costa Teixeira
Além da possível perda de energia de forma rápida, fazer determinadas coisas de 'barriga vazia' pode ser prejudicial.: O que nunca deve fazer quando está de estômago vazio © iStock O que nunca deve fazer quando está de estômago vazio

Já a sabedoria popular diz que 'barriga vazia não tem alegria'... e energia.

Estar demasiadas sem comer (seja pelo jejum da noite ou pelo mau hábito de saltar refeições) pode provocar a sensação de fraqueza física e também algum tipo de confusão mental, uma vez que todas as atenções 'internas' estão centradas na importância de satisfazer a necessidade de nutrir o corpo.

Como destaca o site Bustle, existem determinados hábitos e situações que não devem ser protagonizados de barriga vazia, como é o caso de uma ida ao supermercado. Esta é uma das regras mais comuns dos nutricionistas e a justificação é simples: ir com fome às compras vai fazer com que não se seja capaz de resistir às piores tentações.

Beber café ou chá quando se está em jejum é também de evitar, uma vez que estas duas bebidas podem causar algum tipo de desconforto à boleia do aumento dos níveis de acidez. Para quem gosta de incluir café ou chá ao pequeno almoço, o melhor é comer sempre primeiro e apreciar a bebida depois. Também devido à acidez, as comidas picantes não devem ser ingeridas quando se está muitas horas sem comer.

Para evitar um estado de embriaguez mais acelerado e uma queda dos níveis de leptina (hormona associada à saciedade) também não se deve beber bebidas alcoólicas em jejum ou quando se saltam refeições.

Ler o folheto informativo de um medicamento é fundamental não apenas para se ficar a par dos possíveis efeitos colaterais, como também pela importância de perceber qual o melhor momento para o tomar, uma vez que alguns fármacos não devem ser ingeridos/administrados quando se tem a barriga vazia.

Apesar de estar na moda e de prometer uma perda de peso mais eficaz, o treino em jejum é um tanto ou quanto perigoso. Um estudo publicado na revista científica Journal of Science and Medicine in Sport, citado pelo Bustle, revela que treinar em jejum pode limitar a performance e aumentar o risco de lesões.

Uma vez que a sensação de fome causa fraqueza física e mental, interferindo até com as emoções, discutir com a cara-metade quando se está de estômago vazio também não é uma boa ideia, diz a publicação, salientando que o cérebro está privado de nutrientes nesse momento e o raciocínio pode não ser o mais lógico.

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon