Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cultura Acessível: nova plataforma divulga arte para todos

Logótipo de Espalha-Factos Espalha-Factos 07/10/2018 Raquel Lopes
cultura acessível © Espalha-Factos cultura acessível

Existe um novo website que vai facilitar a vida de todos os amantes de arte. Chama-se Cultura Acessível e o nome não engana – o objetivo é democratizar a arte, que é de todos e para todos.

A nova plataforma consiste numa agenda online, onde se pode encontrar informação artística de norte a sul do país com condições de acessibilidade especiais. A programação engloba cerca de 34 museus, teatros, centros históricos ou monumentos situados em Lisboa, Porto mas também Leiria, Coimbra, Faro , Setúbal e Viseu. A iniciativa surgiu da associação Acesso Cultura.

Apesar da consciência em relação a acessibilidade ou necessidades especiais nas artes ser ainda escassa, a nível nacional esta preocupação tem vindo a crescer. São cada vez mais as associações e companhias artísticas que se preocupam em adaptar os seus espetáculos a todo o tipo de público, mesmo com necessidades especiais. Nesse sentido, Maria Vlachou, diretora da associação Acesso Cultura, revelou ao jornal Público que devido a essa maior consciência, deveria haver uma divulgação também maior.

Divulgação essa que já era feita no site da associação, no entanto, de forma escassa e pouco notória. Assim, com o financiamento da Fundação Millenium BCP, foi criada uma plataforma especializada e autónoma na matéria.

Democratizar a arte

Segundo os responsáveis, existem três principais objetivos na construção desta estrutura: tornar mais acessível o acesso a este tipo de programação; divulgar o trabalho de associações ou companhias especializadas na área da acessibilidade; motivar outras entidades para criarem este tipo de programação, de preferência de forma permanente.  

cultura acessível © Espalha-Factos cultura acessível

Fonte: Cultura Acessível

A navegação do website é também fácil para todos: podemos apenas navegar livremente pelas ofertas ou limitar a nossa pesquisa. Existem filtros divididos em géneros (teatro, dança, cinema, música, oficina, performance, visita guiada ou visita livre); distrito ou data; e público, sendo que este se divide em faixa etária e necessidade específica. As ofertas são adaptadas a deficiências visuais, auditivas ou surdez, intelectuais ou outras necessidades especiais.

A plataforma, que foi apresentada no Teatro D. Maria II, em Lisboa, no final de setembro, centra-se na adaptação ao conteúdo artístico e não aos acessos físicos – por isso, estão excluídas informações acerca da acessibilidade física aos espaços. Segundo os organizadores, a mesma já está prevista na lei e deverá, à partida, ser cumprida.

No entanto, sabendo que nem todos os locais estão preparados para certas questões de acessibilidade especial, o Cultura Acessível remete para outros websites com informações acerca deste assunto e garante estar em diálogo constante com associações de cultura para que invistam em acessos conscientes.

LÊ TAMBÉM: DESCOBRE COMO PODES IR AO TEATRO EM LISBOA POR MENOS DINHEIRO

O post Cultura Acessível: nova plataforma divulga arte para todos aparece primeiro no Espalha-Factos.

AdChoices
AdChoices

Mais de Espalha-Factos

Espalha-Factos
Espalha-Factos
image beaconimage beaconimage beacon