Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Destinos de sonho, férias baratas, praias, resorts, viagens

Dois fatores a ter em conta na hora de comprar uma mala de viagem

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 19/06/2017 Daniela Costa Teixeira
Seja para ir de férias ou numa viagem de trabalho, a escolha da mala nunca deve ser feita sem primeiro ter em conta estes dois aspetos.: Dois fatores a ter em conta na hora de comprar uma mala de viagem © iStock Dois fatores a ter em conta na hora de comprar uma mala de viagem

Comprar uma mala de viagem não é algo que aconteça com muita frequência, até mesmo que as idas e voltas são uma constante.

Por ser um item que tem como destino durar 'toda a vida' o preço nem sempre é um dos aspetos avaliados, pois a mala de viagem tende a ser sempre cara, mas acaba por ser vista como um investimento a longo prazo.

Mas, se o preço nem sempre é um dos fatores a ter em conta, que aspetos deve então uma pessoa avaliar quando compra uma mala de viagem? De acordo com o site Consumer Reports é preciso olhar para o tipo e resistência das rodas e para a durabilidade que a mala oferece.

Como explica a publicação, as malas que possuem quatro rodas são mais versáteis e fáceis de transportar, pois permitem uma rotação em 360 graus, o que não acontece quando se tem uma mala com apenas duas rodas. Contudo, se o objetivo não é usar a mala apenas nas viagens entre o aeroporto e o hotel, o ideal são mesmo as malas que possuem duas rodas, pois facilitam mais as trajetórias em pisos irregulares, como os paralelos das ruas. Para decidir se se vai comprar uma mala de duas ou quatro rodas, o ideal é tentar avaliar o tipo de viagens que mais se vai fazer, se turísticas ou empresariais, porém, há ainda que olhar para a resistência que as rodas têm, devendo-se optar pelas que são mais duras.

No que diz respeito à durabilidade, esta depende de uma série de fatores que devem ser avaliados antes de a comprar. Além das rodas (que devem estar presas por parafusos), deve-se ainda avaliar os fechos de correr, que devem ser duros e cujo movimento não implique muito esforço.

A alça da mala é um outro fator que determina a durabilidade do item, sendo que, segundo a publicação, não deve sobrar qualquer espaço entre o punho fechado e a mala, isto é, assim que se pega na mala, não deve haver muito movimento da mão, sob a pena da alça começar a soltar-se.

As malas cuja parte de cima é mais rígida - muitas vezes de plástico ou com um revestimento interior - tendem a ser mais resistentes em viagens turísticas, contudo, são as bagagens em alumínio as que oferecem uma maior duração, embora sejam consideravelmente mais pesadas.

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon