Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo britânico continua a apoiar May

Os ministros entram e saem de Downing Street, as reuniões de emergência multiplicam-se, os rumores de golpe palaciano também e já se diz que Theresa May vai impor um terceiro voto no parlamento sobre o acordo do Brexit já esta terça-feira. Entre o que se confirma ou não, pelo menos oficialmente, o governo mostra-se do lado da primeira-ministra. "Eu acho que a primeira-ministra está a ter a atitude certa, está a pensar nos interesses nacionais, está a tentar acabar com este caos. Vamos ver o que acontece esta semana, se conseguimos mais votos. Estou empenhada em trabalhar com a primeira-ministra para aprovar o acordo. É a melhor maneira de acabar com esta confusão", diz Amber Rudd, secretária de Estado do Trabalho britânica. Parte da imprensa britânica diz que o tempo de May chegou ao fim e, esta manhã, falava-se mesmo na sua intenção de demitir-se desde que o parlamento aceite finalmente o acordo. Caso não haja ainda votação, os deputados deverão organizar os chamados "votos indicativos" durante a semana para tentar encontrar um caminho no seio do parlamento, à margem de May.

A SEGUIR

A SEGUIR

image beaconimage beaconimage beacon