Estás usando una versión más antigua del navegador. Usa una versión compatible para obtener la mejor experiencia en MSN.

Democratas exigem publicação do relatório Mueller

Depois de conhecidas as conclusões, Donald Trump definiu a investigação do procurador Robert Mueller como “uma tentativa de destituição ilegal que fracassou”. "Não houve conluio com a Rússia. É a coisa mais ridícula que eu já ouvi. Não houve conluio nem qualquer obstrução. Foi uma completa e total exoneração". Apesar do otimismo de Trump, a carta de quatro páginas enviada ao Congresso pelo procurador-geral, William Barr, não descarta a prática de crime ou obstrução por parte do presidente. Jerrold Nadler, o líder da Comissão Judiciária do Congresso norte-americano, anunciou uma interpretação do “relatório Muller” muito diferente de Donald Trum. "O presidente Trump está errado. Este relatório não é, como diz, uma exoneração total. O procurador Muller foi claro ao dizer que o relatório não exonera o presidente. O procurador passou vinte e dois meses a descobrir provas de obstrução e de outras condutas impróprias". Os líderes democratas do Congresso norte-americano já pediram a publicação urgente do relatório.
image beaconimage beaconimage beacon