Estás usando una versión más antigua del navegador. Usa una versión compatible para obtener la mejor experiencia en MSN.

Quando o café e o cacau se tornam em obras de arte

Ulrich Abé dá os derradeiros retoques na sua obra mais recente: um retrato do antigo presidente do Burkina Faso, Thomas Sankara. Como em todos os quadros que faz, Abe recorre a dois ingredientes pouco comuns: o café e o cacau em pó. Técnicas que este artista marfinense adotou após o conselho de um professor de arte, que encorajou os alunos a experimentarem outros elementos na pintura. Para este filho de um produtor de café, a escolha desta matéria-prima acabou por surgir de forma natural. "Através do meu trabalho, eu presto homenagem aos agricultores e a todas as pessoas que trabalham duro na sombra e com o seu suor para nos fornecerem dois dos produtos mais valiosos para a economia do país. Essas são as mensagens que me permito transmitir através da minha arte", afirma. Entre os principais temas da arte de Abe estão a identidade cultural, os revolucionários africanos e a migração, temas esses que vão estar em exposição em junho, no Palácio da Cultura de Treichville, em Abidjan (Costa do Marfim).
image beaconimage beaconimage beacon