Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Andar de moto no frio exige cuidados do motociclista

Logotipo do(a) Motociclismo Online Motociclismo Online 28/07/2021 Ismael Baubeta

Andar de moto no frio pode ser muito desagradável, principalmente se você estiver mal equipado. A ação do vento, aumenta a intensidade do frio e, de acordo com o aumento da velocidade que se transita, o frio pode se tornar não apenas insuportável, mas também perigoso.

Em situações extremas de frio, o corpo humano pode entrar em hipotermia, ou seja, a temperatura corporal interna, ficar abaixo de 35°C, acarretando várias consequências para o corpo que podem ser desde tremores descontrolados, dormência e falta de tato nas mãos e nos dedos, confusão mental e, dependendo do grau da hipotermia, pode causar desmaio e, em casos mais graves, até a morte.

O motociclista bem equipado pode pilotar sua moto até no Alasca (Divulgação) © Motociclismo Online O motociclista bem equipado pode pilotar sua moto até no Alasca (Divulgação)

Veja também:

Usada da Vez: Yamaha R3 oferece esportividade para todos

BMW e Marshall anuncia parceria de longo prazo

Bateria de moto exige atenção redobrada no inverno

Isto reforça a importância do equipamento de segurança adequado para pilotar tranquilamente no frio sem passar perrengue. É claro que no Brasil não temos temperaturas extremamente baixas, mas a região Sul, a mais fria do país, pode apresentar temperaturas que exigem do motociclista atenção redobrada com os equipamentos de proteção, que, via de regra, devem ser térmicos.

Um estudo realizado pela Força Aérea Argentina fez uma relação da temperatura ambiente com a velocidade sobre a motocicleta e mostra o quanto o frio é acentuado no corpo do motociclista ao rodar com sua moto no frio.

De moto eu vou, mas com todos os cuidados para me proteger do frio (Divulgação) © Motociclismo Online De moto eu vou, mas com todos os cuidados para me proteger do frio (Divulgação)

Veja alguns dos exemplos que o estudo argentino mostra:

Com 10°C de temperatura ambiente, graduação digamos, normal no inverno do sul do Brasil, rodando a 32 km/h, o frio recebido é de 0°C, já a 64 km/h, na mesma temperatura ambiente, o motociclista terá que se proteger de um frio de – 2,5°C.

Agora imagine-se rodando com sua moto em temperatura de 0°C (o que não é tão difícil aqui no Brasil também), neste caso o estudo mostra que a 32 km/h o frio no corpo do motociclista será de – 12,5 °C, e a 64 km/h, será de inacreditáveis, – 20°C!

Moto no Frio © Motociclismo Online Moto no Frio

Ainda segundo o estudo, em situação mais crítica de frio ambiente, por exemplo a – 10°C, rodando a 64 km/h o frio recebido pelo motociclista será de – 35°C, temperatura suficiente para congelar qualquer parte do corpo exposta ao vento em apenas um minuto, segundo o estudo dos hermanos.

Eu nunca tinha pensado na intensificação do frio sobre a motocicleta, embora várias vezes tenha sentido frio ao pilotar, creditava a situação ao equipamento inadequado para a temperatura do momento.

Por isso, se você for viajar no inverno, pesquise as temperaturas médias do caminho e do destino, assim como, sobre bons equipamentos para o frio, só assim seguirá a viagem confortavelmente e sem perrengues.

O post Andar de moto no frio exige cuidados do motociclista apareceu primeiro em Motociclismo Online.

Mais de Motoociclismo Online

Motociclismo Online
Motociclismo Online
image beaconimage beaconimage beacon