Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Décimo terceiro do INSS: saiba como consultar valores e calendário de pagamento

Logotipo do(a) Estadão Estadão 20/04/2022 Redação

Quer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem consultar o extrato com os valores e as datas de pagamento do décimo terceiro. O procedimento pode ser feito tanto pelo aplicativo Meu INSS, disponível para celulares e tablets, como pelo site.

INSS; maioria dos aposentados e pensionistas receberá 50% do décimo terceiro na primeira parcela © André Dusek/Estadão INSS; maioria dos aposentados e pensionistas receberá 50% do décimo terceiro na primeira parcela

O decreto com a antecipação do décimo terceiro foi assinado em março. Este será o terceiro ano seguido em que os segurados do INSS receberão o décimo terceiro antes das datas tradicionais, em agosto e em dezembro. Em 2020 e 2021, o pagamento ocorreu mais cedo por causa da pandemia de covid-19.

INSS; Calendário do INSS segue o último número do cartão de benefícios, sem considerar o dígito verificador © Divulgação/INSS INSS; Calendário do INSS segue o último número do cartão de benefícios, sem considerar o dígito verificador

Video: Procon de Arapongas notifica postos por reajuste antecipado (Dailymotion)

Repetir vídeo

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, o pagamento do décimo terceiro antecipará a injeção de R$ 56,7 bilhões na economia. Desse total, R$ 28,35 bilhões correspondem à primeira parcela, referente à competência de abril, que será paga entre o fim de abril e o início de maio. O restante corresponde à segunda parcela, da competência de maio, a ser paga no fim de maio e início de junho.

A maioria dos aposentados e pensionistas receberá 50% do décimo terceiro na primeira parcela. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro e terá o valor calculado proporcionalmente.

O Ministério do Trabalho e Emprego esclarece que os segurados que recebem benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) também têm direito a uma parcela menor do décimo terceiro, calculada de acordo com a duração do benefício. Por lei, os segurados que recebem benefícios assistenciais, como o Auxílio Brasil, não têm direito a décimo terceiro salário. / AGÊNCIA BRASIL

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon