Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Enfermeira explica por que Bruna Marquezine errou na fantasia de Halloween

Logotipo do(a) Catraca Livre Catraca Livre 03/11/2021 Redação
© Reprodução/Instagram @brunamarquezine

Nesta quarta-feira, 3, uma enfermeira enviou à pagina Gossip do Dia, no Instagram, um depoimento explicando por que Bruna Marquezine errou ao usar uma fantasia de enfermeira no Halloween, desde ano.

Após o Conselho de Enfermagem de São Paulo chamar a atenção da atriz o caso gerou polêmica e virou assunto nas redes sociais.

A enfermeira, que não teve sua identidade revelada, afirmou: “Sou enfermeira e gostaria de explicar um pouco do problema disso (fantasia da Bruna Marquezine). Vivemos em uma realidade triste, em que passamos por diversas formas de assédio e desrespeito. Hoje, a enfermagem luta por um salário digno, por reconhecimento adequado no ambiente de trabalho, por respeito. E esse tipo de fantasia vai de encontro a tudo que temos lutado nesses últimos anos”, iniciou a mulher no depoimento ao Gossip do Dia.

“Você deve saber, como mulher, que situações de assédio, em geral, são desconfortantes e humilhantes. Agora, imagine isso o tempo todo, no próprio trabalho”, ponderou a enfermeira.

“A pandemia mostrou uma realidade que já vivíamos há muito tempo e ela persiste, porque não existe só a covid-19 de doença. Estamos enfrentando uma luta terrível contra outras doenças que foram deixadas de lado para tratar a covid-19. Ao mesmo tempo, estamos exaustos. Não paramos, não respiramos. Não tivemos tempo de chorar pelo excesso de trabalho e muito menos pelas pessoas que perdemos”, desabafou a enfermeira.

Ainda em seu relato após a polêmica gerada com a fantasia de Bruna Marquezine, a profissional contou: “precisamos engolir o choro e aguentar jornadas extensas de 24/36h de plantão. Agora, imagina isso associado a ideia, que muitos homens têm, de que somos profissionais sexys. É um prato cheio para assédios”.

“Vou te contar que uma vez, uma funcionaria minha foi assediada por um paciente. O paciente era idoso e influente na área da saúde. Ela não quis prestar queixa porque ficou com medo de perder o emprego, mas ficou o resto do plantão com medo de trabalhar. Ninguém merece passar por isso”, relatou a enfermeira.

“É triste ver que mulheres são capazes de falar que é mimimi. Também não acho certo se fantasiar de policial, médico e etc… Mas pode ter certeza de que ainda com essas fantasias, essas profissões são valorizadas. Infelizmente, não posso falar o mesmo da minha”.

Veja também: Conselho de Enfermagem critica Bruna Marquezine por fantasia de enfermeira

Mais de Catraca Livre

image beaconimage beaconimage beacon