Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Guardiola diz que treinaria uma seleção se tiver oportunidade: 'Com certeza'

Logotipo do(a) ESPNESPN 14/09/2018 ESPN.com.br
O comentarista ainda disse que vê o Manchester City como favorito na Premier League © Fornecido por ESPN O comentarista ainda disse que vê o Manchester City como favorito na Premier League Josep Guardiola durante Manchester City x Newcastle, pela Premier League © Getty Images Josep Guardiola durante Manchester City x Newcastle, pela Premier League

Em entrevista ao jornal Clarín, o técnico do Manchester City, Josep Guardiola, confessou que tem vontade de comandar uma seleção algum dia.

Em maio deste, ele renovou com o atual campeão da Premier League até 2021, e tem o sonho de dar ao clube seu primeiro título de Uefa Champions League.

Depois, porém, avaliou que pode comandar algum país se for convidado.

"Treinarei uma seleção se me derem a oportunidade. Com certeza", cravou.

"Eu gostaria de trabalhar assim, e, se as circunstâncias acontecerem, estou decidido a treinar uma seleção. Quero experimentar isso, sempre tive a curiosidade", completou.

Em uma entrevista dada em 2015 à ESPN, o ex-goleiro Júlio Sérgio, que estagiou com Guardiola no Bayern de Munique, revelou que o catalão tinha o sonho de assumir o comando do Brasil.

"Ele me falou que tinha o sonho de um dia treinar a seleção brasileira, e que aceitaria na hora um convite. Ele disse que queria comandar o Brasil na Copa de 2014, e garantiu que, se ele fosse treinador da seleção e tivesse o Neymar, teria sido campeão", contou o ex-arqueiro de Santos e Roma.

Na entrevista ao Clarín, que foi conduzida pelo lendário ex-jogador argentino Jorge Valdano, "Pep" foi questionado se gostaria de assumir a Argentina. Aos risos, ele saiu pela tangente.

"Não, por favor...", brincou.

E DEPOIS?

Após finalizar seu trabalho em alguma equipe nacional, Guardiola também já tem claro o que quer fazer.

"O que quero é treinar os times de base do Barcelona. Começaria com o cadete ou com o infantil. Sempre quis fazer isso. Tudo acabaria justamente onde começou", filosofou.

"Meus últimos passos serão na cantera do Barça. Ali, não há distrações, não há imprensa, há poucos jogos e semanas completas para trabalhar. Só ali você tem tempo para analisar o que está fazendo certo e errado", finalizou.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon