Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Expulsão de Sánchez, da Colômbia, é a segunda mais rápida da história das Copas e quebra jejum na Rússia

Logotipo do(a) ESPNESPN 19/06/2018 ESPN.com.br
A SEGUIR
A SEGUIR

Quando as atenções ainda estavam voltadas à ausência de James Rodriguez entre os titulares colombianos, com um desconforto na panturrilha esquerda, Carlos Sánchez protagonizou um lance que irá interferir diretamente na estreia de de Colômbia e Japão na Rússia.

Logo aos 3 minutos de partida, após uma escapada do time nipônico, Shinji Kagawa aproveitou o rebote do goleiro Ospina, mas seu chute, que tinha o gol vazio como destino, foi interceptado pelo braço direito de Sánchez. Como se trata de uma chance iminente, o volante do Espanyol, da Espanha, acabou levando o cartão vermelho

Esta foi a segunda expulsão mais rápida da história das Copas do Mundo. Apenas o uruguaio José Batista, no primeiro minuto do empate em 0 a 0 contra a Escócia, em 1986, tinha recebido a advertência antes do colombiano.

Além disso, este foi o primeiro cartão vermelho da Copa da Rússia, vindo apenas no 15ª confronto do torneio. Este era o segundo maior ''jejum'' de expulsões entre o início todos os Mundiais. Em 1982, a primeira exclusão foi anotada apenas na 32ª partida do torneio.

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon