Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Belletti se questiona sobre demissão do Cruzeiro: 'Sou incompetente?'

Logotipo do(a) Superesportes Superesportes 17/05/2022 Redação

Belletti deixou o Cruzeiro após a chegada da SAF no início de 2022 © Rodolfo Rodrigues/Cruzeiro Belletti deixou o Cruzeiro após a chegada da SAF no início de 2022 Desligado da comissão técnica do Cruzeiro após a chegada da SAF liderada por Ronaldo Fenômeno, Juliano Belletti comentou como recebeu a notícia da demissão. O ex-lateral disse que já esperava a saída após a troca de treinador do time: Vanderlei Luxemburgo por Paulo Pezzolano, no início deste ano.

"Não teve nenhuma conversa com Ronaldo ou com a equipe dele. Estávamos fazendo todo o planejamento com o Vanderlei Luxemburgo e a comissão técnica dele. Fiquei sabendo da demissão do Vanderlei, e eu estava de férias na fazenda do meu irmão, no Mato Grosso. Fiquei surpreso e receoso. Já pensei que iria mudar muita coisa", relatou, em entrevista ao B6 Podcast. 

Belletti admitiu chateação inicial pela demissão e disse que chegou a se questionar sobre o motivo da saída. Ele, posteriormente, disse que entendeu a decisão com profissionalismo. 

"André Argolo, que era o secretário-geral na época, me liga e fala do meu desligamento. O sentimento que vem é: 'cara, eu sou imcompetente, não fiz nada certo, o planejamento também não foi'. Ao mesmo tempo, como eu estou no mundo empreendedor, vem o lado do pensamento de que é business, é negócio, é um clube empresa. Veio a tristeza, mas entendi a tomada de decisão deles", concluiu. 

Belletti chegou ao Cruzeiro em setembro de 2020 para ocupar o cargo de diretor de negócios internacionais. Em fevereiro de 2021, por decisão do presidente Sérgio Rodrigues, virou auxiliar técnico fixo da comissão de Felipe Conceição. 

Como jogador, ele iniciou sua carreira no Cruzeiro em 1992. Por muito tempo, morou na Toquinha, alojamento destinado aos jovens em formação na Toca da Raposa I. Embora tenha iniciado sua trajetória no futebol como goleiro de futsal, no clube ele despontou como atleta versátil e atuou como volante e lateral-direito.

Belletti fez cinco gols em 62 jogos pelo profissional do Cruzeiro, entre 1994 e 1996, e conquistou quatro títulos: Copa Master e Copa Ouro, em 1995, e o Mineiro e a Copa do Brasil de 1996. Em seguida, transferiu-se para o São Paulo ao lado do lateral-esquerdo Serginho numa transação que rendeu à Raposa cinco reforços: o zagueiro Gilmar, o lateral-direito Vitor, o volante Donizete Oliveira, o meia Palhinha e o atacante Ailton.

Como profissional, Belletti ainda vestiu as camisas de Atlético, Villarreal, Barcelona, Chelsea e Seleção Brasileira. Ele foi campeão mundial com o Brasil na Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul e no Japão.

Mais de Superesportes.

image beaconimage beaconimage beacon