Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

7 provas de que o Dia dos Namorados é uma data tóxica

Logotipo do(a) Superela Superela 14/02/2018 Marcela De Mingo
Dia dos Namorados © Reprodução Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados parece uma data feliz, mas nem sempre ela é interpretada assim. Seja no dia 14 de fevereiro (quando é comemorada nos Estados Unidos) ou em 12 de junho (a data no Brasil), muitas pessoas olham para esse dia como um lembrete de que algo está errado.

A gente não está dizendo que o Dia dos Namorados é um grande vilão (apesar de ser uma data fabricada para incentivar o comércio), mas é um fato que, tal qual as festas de final de ano, às vezes as pessoas percebem esse dia como uma pressão extra nas suas vidas, algo que elas precisam cumprir para serem felizes. Como se não ter um namorado para comemorar esse dia fosse um fracasso.

Então, sim, o Dia dos Namorados pode ser ruim para você. A gente explica um pouco mais nos itens abaixo, olha só:

1. Você cria muitas expectativas

Talvez o ponto principal é que uma data como o Dia dos Namorados é que as pessoas criam expectativas sobre o que vai acontecer. Você espera grandes surpresas, gasta dinheiro em presentes e espera que o seu parceiro acerte em cheio no que você queria para a data. No fim das contas, pode acontecer até de vocês brigarem, porque essas expectativas não foram alcançadas e você vai culpar o seu namorado por não saber ler mentes e adivinhar o que você queria. É um momento em que a falta de comunicação entre vocês fica latente.

2. Pode gerar ansiedade

Esse é um daqueles dias do ano em que você tem que ser a pessoa mais incrível de todas: a mais bonita, a mais bem vestida, a com a lingerie perfeita, a incrível de cama, a que compra presentes precisos… Percebe como pode gerar uma crise ansiedade pensar que esse deve ser o dia perfeito para você e o seu parceiro?

3. Pode ser um gatilho para pensamentos depressivos

Se você não tem um namorado, ver todas as declarações no Facebook e no Instagram, as propagandas sobre casais, as pessoas falando sobre os seus encontros e planos perfeitos… Tudo isso pode ser um gatilho para pensamentos depressivos e ansiosos, principalmente se você já está lidando com uma depressão. Quer você esteja solteira ou em um relacionamento insatisfatório, você pode pensar que jamais será amada e que nunca encontrará alguém com quem dividir a vida. Aqui, é muito importante você tentar não se comparar com os outros – não necessariamente os relacionamentos que você vê na televisão e nas redes sociais são reais.

4. Você se sente pressionada a gastar dinheiro

Com tantas datas comemorativas – Natal, aniversários.. – ter mais uma ocasião para gastar dinheiro pode gerar um sentimento de culpa e inadequação. Se você está com as suas contas pessoais no vermelho, ou se tem dificuldades em poupar dinheiro, gastar com esse tipo de coisa pode ser complicado e gerar uma pressão desnecessária para você usar uma grana que não tem.

5. Você cria uma fantasia irreal

A gente dessas, né? De acreditar que em datas como o Dia dos Namorados os nossos parceiros vão magicamente se transformar em heróis de comédias românticas, que elaboram grandes surpresas e gestos públicos de amor. Porém, com isso, nós caímos no item 1 dessa lista, alimentando expectativas que não vão se tornar realidade e criando uma sensação de frustração que contamina o relacionamento e coloca uma pressão injusta nos ombros do seu parceiro – afinal, ele jamais vai conseguir se tornar outra pessoa só para realizar as suas fantasias amorosas.

6. Reforça uma visão machista do mundo

Sim, tem isso também. O Dia dos Namorados foi criado pensando em relacionamentos heteronormativos: o homem precisa ir além para provar o seu amor e a mulher deve se preparar para receber esse presente. Mais do que isso, tem uma origem na celebração da fertilidade – um antigo festival romano com o intuito de garantir que as mulheres engravidariam e dariam à luz novos soldados para o Império. Ou seja, reforça não só os papéis de homens e mulheres na sociedade, como também remete à reprodução da espécie como uma necessidade básica. Nem um pouco ligado ao amor. 

Com tudo isso, queremos dizer que você não precisa de uma data especial para celebrar o seu amor, nem que ele precisa ser restrito à um namorado ou marido. Amor é amor qualquer dia do ano, e existem milhões de formas de expressá-lo, sem a necessidade de se prender à normas da sociedade ou à pressão de gastar dinheiro com presentes. Faça o que você tem vontade sem se prender ao Dia dos Namorados, converse com seu parceiro, crie um laço íntimo que não precise de um jantar incrível para ser firmado.

Foto de capa: Reprodução / Idas e Vindas do Amor


Siga o MSN no Facebook


Mais de Superela

image beaconimage beaconimage beacon