Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Menina morre após ser baleada por um tiro de fuzil no Alemão

Logotipo do(a) Catraca Livre Catraca Livre 21/09/2019
A criança estava dentro de uma kombi com a avó quando foi atingida © Reprodução / Twitter A criança estava dentro de uma kombi com a avó quando foi atingida

Mais uma criança vítima da violência policial no Rio de Janeiro. A pequena Ágatha Félix, de oito anos de idade, morreu nesta sexta-feira, 20, após ser baleada na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro.

A criança foi levada ao hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos. A menina estava dentro de uma kombi com a avó, voltando para sua casa, quando foi atingida por um tiro de fuzil nas costas.

De acordo com moradores da região, policiais militares atiraram contra uma moto que passava pelo local, mas o tiro atingiu Ágatha. Em entrevista à Rádio Tupi, Aílton Félix, avô da vítima, fez um desabafo e pediu paz aos moradores do Complexo do Alemão. Ouça aqui.

No Twitter, o ocorrido causou revolta e a hashtag #ACulpaÉDoWitzel entrou para os assuntos mais comentados na manhã deste sábado, 21. Famosos também falaram sobre a morte da menina e responsabilizaram o governador, Wilson Witzel, pela violência policial no estado.

A atriz Leandra Leal foi uma das pessoas que comentou o tema. “Ontem na cidade q eu moro, uma menina de 8 anos foi assassinada a caminho de casa. Ágatha foi vítima de uma política assassina. Nada justifica a morte de uma criança. Quem consegue viver nessa cidade e achar isso normal? Quem consegue não se revoltar?”, escreveu.

Veja abaixo a repercussão:

Veja também: Vídeo mostra abordagem preconceituosa de PMs no Rio de Janeiro

Mais de Catraca Livre

image beaconimage beaconimage beacon