Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Nas redes sociais, Boulos é hit em SP e candidatos não empolgam no Rio

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 24/10/2020 Nicolas Iory
O candidato à prefeitura de São Paulo pelo Psol, Guilherme Boulos, é o 1º lugar na arrecadação de recursos via financiamento coletivo © Sérgio Lima/Poder360 O candidato à prefeitura de São Paulo pelo Psol, Guilherme Boulos, é o 1º lugar na arrecadação de recursos via financiamento coletivo

Depois de quase 1 mês do início das campanhas nas redes sociais, autorizadas desde 27 de setembro pela Justiça Eleitoral, o candidato que mais conquistou seguidores em São Paulo até o momento é disparadamente Guilherme Boulos, que concorre à prefeitura da capital paulista pelo Psol. O líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) viu sua base no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube aumentar em 164 mil até 20 de outubro.

De acordo com levantamento da consultoria especializada Bites, feito a pedido do Poder360, o candidato Arthur do Val (Patriota) –também conhecido como Mamãe Falei– é o postulante à prefeitura paulistana com maior número de seguidores nas redes (5,1 milhões). Ele é também o 2º que mais viu seu público crescer em números absolutos desde 27 de setembro, mas em escala bem menor que a de Boulos.

A única candidata que perdeu seguidores no período analisado é Joice Hasselmann (PSL). A ex-líder do Governo no Congresso viu sua base encolher em 31.021. O movimento, no entanto, não é novidade para a deputada. De acordo com a Bites, Joice perdeu cerca de 30% de seus seguidores desde o fim do ano passado, quando rompeu relações com o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos.

O Poder360 preparou 1 infográfico com a variação do número de seguidores dos candidatos à prefeitura de São Paulo:

© Fornecido por Poder360

Assista aos jingles de candidatos à prefeitura de São Paulo:

 

Ter a mais ampla base de seguidores nas redes sociais não garante automaticamente uma maior taxa de engajamento.

Numericamente, Boulos é quem mais recebeu curtidas, compartilhamentos e comentários em seus posts, mas também precisou publicar mais que seus adversários. Para cada post feito pelo pessolista de 27 de setembro a 20 de outubro, houve em média 7.200 interações. Arthur do Val teve no mesmo período média de 8.271 interações por publicação.

A vice-liderança de Boulos nesse quesito não tira dele o posto de maior web hit paulistano nestas eleições. O candidato do Psol concentra sozinho metade de todas as interações em publicações dos candidatos à prefeitura.

O 2º candidato que mais postou no período analisado pela Bites foi Jilmar Tatto (PT), que disputa votos no mesmo espectro político que Boulos. O petista conseguiu 341 mil interações. O número representa só 1,7% do total de curtidas, comentários e compartilhamentos dos candidatos.

De acordo com a mais recente pesquisa Datafolha, quem tem mais chances de ir ao 2º turno em São Paulo hoje são o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) e o deputado Celso Russomanno (Republicanos). Nas redes sociais, a dupla tem desempenho discreto. Cada 1 fez pouco mais de 100 publicações no período analisado pela Bites. Melhor para Covas, que teve média de 2.351 interações por publicação, contra 1.784 de Russomanno.

© Fornecido por Poder360

Rio de Janeiro

Na capital fluminense, a disputa nas redes sociais é morna até o momento, conforme analisa Manoel Fernandes, diretor da Bites. Nenhum dos candidatos a prefeito teve grande desempenho em Facebook, Twitter, Instagram e YouTube até aqui.

Quem mais cresceu até 22 de outubro foi a ex-vice-governadora Benedita da Silva (PT), mas com números muito inferiores aos verificados em São Paulo: ganhou 14.690 seguidores desde 27 de setembro.

Líder nas pesquisas de intenção de voto, o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) é o 3º que mais ganhou seguidores.

© Fornecido por Poder360

O público do atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), é o que tem maior engajamento nas redes. Crivella somou mais de 1 milhão de interações em seus posts publicados de 27 de setembro a 22 de outubro. É quase o dobro do alcançado pelo seu principal concorrente à prefeitura, Eduardo Paes, que conseguiu 547 mil interações.

© Fornecido por Poder360

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon