Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Opositores criticam governo por possível desobrigação do uso de máscaras

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 11/06/2021 Patrícia Nadir
“Vamos ficar reféns até quando?” © Sérgio Lima/Poder360 10.jun.2021 “Vamos ficar reféns até quando?”

Membros de partidos de oposição criticaram o presidente Jair Bolsonaro por afirmar nesta 5ª feira (10.jun.2021) que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, “vai ultimar parecer visando desobrigar o uso de máscara por aqueles que estejam vacinados ou por aqueles que já foram contaminados”.

Receba a newsletter do Poder360

O vice-presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou no Twitter que, “diferente do que Pazuello e Queiroga insistiram à CPI, o presidente interfere no MS”. 

Relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) acusou o presidente de tentar desviar o foco das supostas ilegalidades publicadas pelo O Globo. Segundo reportagem, Bolsonaro teria feito um pedido ao premier da Índia para liberação de insumos de cloroquina a laboratórios de empresários aliados. 

“Logo que foi descoberta sua atividade de lobista de cloroquina, o PR muda o assunto e declara guerra à máscara. Quer o Brasil exposto ao vírus. Temos um Jim Jones na presidência. A diferença é que o louco americano induziu ao suicídio, e o brasileiro quer tb o assassinato em massa”, disse Renan. 

O pré-candidato ao governo estadual de São Paulo, Guilherme Boulos (Psol), questionou “quantos brasileiros e brasileiras vão morrer por acreditar em Bolsonaro e não usar máscara?”. 

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP)  afirmou que é não“preciso decreto ou lei para ter bom senso”. 

“Não é a multa que nos faz usar máscara, mas a preocupação com a saúde dos amigos e familiares. Por isso, sugiro que sigamos seguindo a ciência. IGNOREM O PRESIDENTE”, publicou. 

Kim afirmou também que já prepara requerimento de convocação para que o ministro Queiroga preste contas sobre a nova medida na Comissão de Fiscalização. “Se ainda restar alguma dignidade, renunciaria ao cargo, mas não colocaria sua assinatura nessa atrocidade”.

O ex-ministro e possível candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) convocou as pessoas a lutarem pelo impeachment. “Usem máscara. Protejam quem vocês amam. Lutem pelo impeachment. Fora Bolsonaro”, declarou. 

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) sugeriu que Bolsonaro deveria ser preso. “Máscara no rosto, Bolsonaro na cadeia”, escreveu.  

O deputado José Guimarães (PT-CE) pediu aos seus seguidores para desobedecerem o Bolsonaro e usarem máscara.

“Opressão”

Na tradicional live de 5ª feira, Bolsonaro voltou a falar nesta 5ª feira (10.jun) sobre a desobrigação do uso de máscaras a vacinados e já infectados com a covid. “Não podemos viver numa opressão a vida toda sobre isso aí”, disse.. 

o ministro da Saúde Marcelo Queiroga afirmou que pretende entregar “o mais rápido possível” um estudo sobre o tema. Segundo o ministro, o pedido partiu do próprio Bolsonaro.

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon