Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

STF abre 19 inquéritos com base em delações de investigados na Carne Fraca

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 16/01/2019 Poder360
A ministra Cármem Lúcia será relatora dos processos da operação Carne Fraca no STF © Sérgio Lima A ministra Cármem Lúcia será relatora dos processos da operação Carne Fraca no STF

O STF (Supremo Tribunal Federal) abriu 19 inquéritos contra políticos que foram citados em delações premiadas de investigados na operação Carne Fraca, da PF (Polícia Federal), deflagrada em 2017. A ministra Cármen Lúcia será a relatora das investigações.

Os detalhes das investigações não foram divulgados porque estão em segredo de Justiça.

Há 2 anos, a operação Carne Fraca revelou o envolvimento de ex-fiscais do Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento) em esquema de autorização de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. Os executivos dos frigoríficos da JBS e BRF Brasil foram os principais envolvidos.

Conforme a PF, em quase 2 anos de investigação, agentes constataram que as Superintendências Regionais do Ministério da Pesca e Agricultura do Estado do Paraná, Minas Gerais e Goiás protegiam grupos empresariais, “em detrimento do interesse público”.

Em 2017, as investigações levaram a União Europeia a proibir a importação de carne de frango de pelo menos 20 frigoríficos brasileiros. Empresas investigadas foram acusadas de fraudar resultados de análises laboratoriais relacionados à contaminação pela bactéria salmonella pullorum.

(com informações da Agência Brasil)

____________________________________________

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon