Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Twitter suspende perfil reserva de Sara Winter por violação de regras

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 20/08/2020 Poder360
O YouTube também suspendeu a conta de Sara por violar os Termos de Serviço da plataforma © Sérgio Lima/Poder360 26.06.2020 O YouTube também suspendeu a conta de Sara por violar os Termos de Serviço da plataforma

O Twitter suspendeu nessa 4ª feira (19.ago.2020) o perfil reserva da militante bolsonarista Sara Giromini, conhecida como Sara Winter. A suspensão ocorreu depois que ela divulgou os dados da menina de 10 anos que engravidou ao ser vítima de estupro.

Sara criou o novo perfil quando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes ordenou o bloqueio do perfil principal usado pela militante.

O Twitter não explicou os motivos da suspensão. A página do perfil exibe mensagem dizendo que ele foi suspenso por violar as regras de uso da plataforma.

Poder360 acessou o endereço do perfil nesta 5ª feira (20.ago.2020):

© Fornecido por Poder360



Na 3ª feira (18.ago.2020), o YouTube também suspendeu a conta de Sara por violar os Termos de Serviço da plataforma. Ela publicou 1 vídeo no qual revela a identidade da menina e o endereço do hospital no qual ela fez o abortamento, com autorização da Justiça, para que protesto fosse realizado a fim de impedir o procedimento.

O Facebook excluiu na 2ª feira (17.ago.2020), a publicação na qual Sara Winter também convocava 1 ato em frente ao hospital onde a menina foi internada para realizar o abortamento.


Veja mais no MSN

Onze partidos vão receber valores do fundo eleitoral (Poder360)

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon