Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Esta cena real de uma bomba nuclear é a mais cinematográfica que já vimos

Logotipo do(a) Gizmodo Gizmodo 12/07/2018 Matt Novak
© Reprodução

Nos últimos dois anos, o Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL, na sigla em inglês) vem digitalizando filmes antigos nunca vistos de testes nucleares, publicando-os no YouTube. O LLNL subiu uma nova leva de filmes na semana passada, e não pude deixar de notar que um deles em particular é incrivelmente cinematográfico.

Esse teste em particular fazia parte da Operação Hardtack-I e foi conduzido em 22 de julho de 1958. O teste de 65 kilotons começa com um flash de luz que deixa toda a tela branca, antes de uma enorme nuvem surgir. A nuvem branca vai lentamente subindo, revelando uma nuvem de cogumelo negra ao fundo.

A verdadeira escala de bombas nucleares é totalmente assustadora
Em caso de bomba nuclear, evite o condicionador de cabelo

Ainda que essas imagens nunca tivessem sido reveladas anteriormente, parece ser algo de um filme pós-apocalíptico.



O filme é, na verdade, apenas uma cena de um ângulo diferente de um teste que já vimos antes. Ainda assim, é algo a se contemplar. A maneira como a nuvem de cogumelo negra é revelada e contrasta com o céu claro é incrivelmente sinistra.

A última leva de lançamento do Laboratório Nacional Lawrence Livermore inclui aproximadamente 250 filmes de 1945 a 1962. Um tratado de banimento de testes assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética proibiu testes nucleares acima do solo desde 1963.

Muitos dos filmes incluem testes que já vimos antes, incluindo alguns das Operações Hardtack-I (1958), Teapot (1955) e Dominic (1962). Mas tem também muitas novas operações, como a Nougat (1962), a Sunbeam (1958) e a Hardtack-II (1958).


Todos eles são bastante impressionantes, de um jeito macabro que só armas nucleares conseguem ser. Seria lindo se não fosse um símbolo da maneira como a humanidade pode se destruir completamente para sempre.

Mais de Gizmodo

image beaconimage beaconimage beacon