Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Atividades fora da sala de aula são fundamentais para o aprendizado

Logotipo do(a) Catraca Livre Catraca Livre 21/06/2021 seb
© Yaroslav Danylchenko/Pexels

Em atividades de fora da sala de aula, os estudantes podem vivenciar, com atividades práticas, o que viram dentro da escola e também são estimulados a levantar hipóteses e a fazer descobertas. Esse aprendizado é uma tendência crescente, ainda mais se pensarmos no período pós-pandemia.

Apenas a sala de aula tradicional não atende às demandas que as crianças e os adolescentes têm hoje e aos desafios que terão no futuro. Pensando nisso, o blog Novos Alunos, do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), apresenta como qualquer lugar pode proporcionar experiências e conhecimentos, independentemente de estar ou não relacionado aos conteúdos aprendidos na escola.

Qual é a importância do aprendizado fora da sala de aula?

Se, para algumas pessoas, pode parecer difícil aprender fora de sala de aula, para outras isso é totalmente possível. Na verdade, a escola organiza e sistematiza o aprendizado, mas nós somos seres curiosos e que aprendem dia após dia em vários contextos, sozinhos ou com ajuda.

Um bom exemplo disso são as crianças, que cada vez mais cedo sabem mexer em aparelhos eletrônicos, como tablets e celulares, sem ninguém ensiná-las. Provavelmente, você conhece uma assim, se não for seu próprio filho, não é mesmo?

As crianças aprendem também com desenhos, músicas e vídeos. Dessa forma, tudo pode ser convertido em aprendizagem. Vale lembrar que o contexto de sala de aula vem de gerações recentes. No passado, era comum as pessoas aprenderem em lugares externos, brincando e imitando os exemplos dados pelos adultos.

O estudo fora da sala faz que a criança experimente outros contextos da realidade que não são vistos nos materiais didáticos. Assim, elas conseguem observar e interagir com os fatos que estão estudando em aula. O conceito vai além dos passeios ou das atividades extracurriculares.

Por meio do aprendizado fora da sala de aula, é possível:

• facilitar o entendimento dos conteúdos;

• desenvolver habilidades de observação e comparação;

• permitir uma visão mais ampla do mundo e de sua diversidade;

• trabalhar várias formas de expressão, como interpretação, leitura e escrita;

• estimular autonomia, respeito, responsabilidade e cooperação.

Como funciona esse tipo de aprendizagem?

O ensino fora da sala de aula não é apenas sair por vários locais para observar coisas. É preciso que a equipe pedagógica faça um planejamento consistente, a fim de que essa experiência possa agregar às propostas de cada série. Um bom exemplo é quando os alunos estão estudando a geografia e a história de uma cidade.

Dessa forma, a aula pode acontecer em um passeio pela cidade, visitando museus e parques, observando a arquitetura e conversando com pessoas mais velhas e que conhecem a história do lugar. Antes de ir para campo, é importante ter uma preparação dentro da sala de aula.

Também é fundamental que ocorra uma análise após o laboratório, para os alunos organizarem e assimilarem os aprendizados, além de compartilharem com os professores e colegas as suas observações e conclusões sobre o assunto que foi abordado.

Quer saber sobre a importância da aprendizagem fora da sala de aula? Clique aqui e leia o artigo completo no blog Novos Alunos.

Grupo SEB

Além do blog, que trata sobre assuntos como educação bilíngue, período integral, ensino médio, vestibulares e Enem, você pode acompanhar o conteúdo do SEB por meio da página no Facebook , no perfil no Instagram e no canal do Youtube.

Veja também: Teste: Qual é o método de ensino que mais combina com o seu filho?

Mais de Catraca Livre

image beaconimage beaconimage beacon