Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Vídeo de Edir Macedo proibindo filhas de fazer faculdade antes do casamento é alerta para educação de meninas

Logotipo do(a) Hypeness Hypeness 25/09/2019 Redação Hypeness

Edir Macedo aparece nas redes sociais justificando porque não deixou que as duas filhas fizessem faculdade. O líder da Igreja Universal do Reino de Deus declarou que Cristiane e Viviane, caso cursassem o ensino superior, seriam as “cabeças” do relacionamento – liderança que, segundo o dono da Record TV, é papel do homem. 

– MPF autoriza multa de R$ 98 milhões por sonegação a Edir Macedo, dono da Record

“Você vai fazer até o ensino médio. Depois, pode fazer faculdade. Mas, até o seu casamento, você vai ser apenas uma pessoa de ensino médio. Se a Cristiane fosse doutora e tivesse um grau de conhecimento elevado e encontrasse um rapaz que tivesse um grau de conhecimento baixo, ele não seria o cabeça. Ela seria a cabeça”, declarou em publicação em sua página do Facebook. 

© Kauê Vieira

O machismo do religioso, que no passado lançou livro demonizando o candomblé, foi criticado com veemência nas redes sociais e expõe o quão prejudicial a discriminação de gênero pode ser para o desenvolvimento e luta das mulheres por equidade. 

Na fala, o bispo sugeriu que a felicidade feminina seria possível apenas com a submissão ao homem. 

“O que se ensina é: ‘Minha filha, você nunca vai ficar sujeita ao homem’. Tá bom, então não vai ficar sujeita sem felicidade. Porque não existe família, não existe felicidade, [sendo] a mulher cabeça e o homem, corpo. Tanto é que tem mulheres inteligentes que não conseguem encontrar o cabeça. Como é que uma pessoa que tem a cabeça lá em cima vai se submeter a uma pessoa que está aqui?”

– Record é condenada por racismo e terá de transmitir programas sobre religiões de matrizes africanas

O toque final, “você mulher que carrega sua família. Você edifica sua casa. Se seu marido é um mulherengo, que busca outras mulheres, é porque em você ele não encontrou a esposa que queria ter”.

Mulheres insubmissas 

Incompatível com a realidade, o posicionamento de Edir Macedo no vídeo assistido por mais de 250 mil pessoas sublinha a importância da existência do feminismo. E como. 

A insubmissão de mulheres é pilar fundamental para combater o machismo que insiste em tomar conta da sociedade. À Marie Claire, Chimamanda Ngozi Adichie explicou o significado do feminismo, sobretudo do feminismo negro

“Feminismo tem a ver com justiça. Ainda não há igualdade no mundo, então, precisamos fazer com que haja [igualdade]. Não significa que você seja uma vítima. Por causa do feminismo, mulheres podem votar, comprar um carro, uma casa sem precisar de um homem assinando algum documento por ela ou lhe dando permissão”, pontuou. 

© Kauê Vieira

Embora tenham 34% mais chances de concluir o ensino superior do que os homens, as mulheres sofrem na hora de conseguir emprego, por exemplo. A qualificação é muito mais decisiva para elas. A BBC Brasil publicou reportagem sobre o relatório Education at Glance, lançado em 2019 pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). 

A taxa de empregabilidade analisada pelo relatório reforça a necessidade de se opor ao discurso pregado por Edir Macedo. A ocupação entre mulheres de 25 e 34 anos com ensino superior é de 82%, mas cai para 63% entre as com ensino técnico e 45% no grupo das que não possuem nenhum dos títulos citados

Para comparar, entre os homens com diploma universitário, o número está nos 89%. A coisa não se altera para os que concluíram o ensino técnico ou que não possuem qulquer tipo de formação. Ambos alcançaram os 76%.

Até o momento, o bispo Edir Macedo não comentou o conteúdo exibido em vídeo. 

mais de Hypeness

image beaconimage beaconimage beacon