Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Eleições 2018: o que pensa Henrique Meirelles, pré-candidato do MDB

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 08/06/2018 Guilherme Venaglia
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles: Henrique Meirelles, pré-candidato do MDB à Presidência da República nas Eleições de 2018 © Reuters Henrique Meirelles, pré-candidato do MDB à Presidência da República nas Eleições de 2018

Privatizações

Fala em “pulverizar” a participação da União na Petrobras, no Banco do Brasil e na Caixa, mas tem ressalvas à privatização de bancos pelo risco de comprador ser uma das outras instituições financeiras brasileiras, diminuindo a concorrência.

Programas sociais

Flexibilizou seu discurso para incluir atenção à área social e passou a elogiar programas como o Bolsa Família.

Previdência Social

Diz que a Reforma da Previdência é inevitável, sob pena de inviabilizar o funcionamento do estado. Ele defendeu a proposta do governo, argumentando que seriam afetados os que ganham mais e se aposentam mais cedo.

Reforma Trabalhista

Favorável à medida, já afirmou que a legislação trabalhista do Brasil “não foi feita para o mundo de hoje”

Segurança Pública

Defende a contratação de efetivo policial e investimento em equipamentos e inteligência.

Teto dos gastos públicos

Como ministro da Fazenda foi um dos responsáveis pela proposta que congelou gastos da União por 20 anos e considera a medida necessária para o equilíbrio das finanças públicas.

Política econômica

Diz que a “solução óbvia” é reduzir os gastos públicos, em especial os custos de pessoal e da Previdência Social. Pretende incentivar a atividade econômica com a redução dos impostos sobre consumo.

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon