Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Noruega paga R$ 269 mi ao Brasil após desmatamento na Amazônia cair em 2017

Logotipo do(a) Estadão Estadão 4 dias atrás

A retomada da fiscalização do Ibama teve impacto na diminuição do desmatamento na Amazônia © Tiago Queiroz/ Estadão A retomada da fiscalização do Ibama teve impacto na diminuição do desmatamento na Amazônia

Baixe o app Microsoft Notícias e fique atualizado sobre as notícias mais importantes para você. Disponível para iOS e Android.

SÃO PAULO - O governo da Noruega anunciou nesta terça-feira, 4, a doação de U$ 70 milhões (cerca de R$ 269,5 milhões) para o Fundo Amazônia, projeto responsável por combater desmatamento e incentivar o uso sustentável de recursos da região amazônica. Pelas regras do fundo, a contribuição está ligada ao sucesso do Brasil em proteger a floresta no ano anterior. Entre agosto de 2016 a julho de 2017, o País conseguiu reduzir em 12% a taxa de desmatamento na Amazônia.

Em comunicado, no entanto, a Noruega demonstrou preocupação com resultados mais recentes - índices preliminares indicam aumento de 13,7% no desmatamento entre agosto de 2017 e julho, a pior marca dos últimos dez anos. "Os números só serão verificados no próximo ano, mas a estimativa preliminar de aumento do desmatamento é motivo de preocupação tanto para o Brasil quanto para a Noruega", diz o anúncio.

Neste ano, o valor do financiamento foi 67% maior do que a última contribuição que o país europeu havia feito, em 2017. Na época, foram doados U$ 41,8 milhões (R$ 160,9 milhões em valores atuais). Já em 2016, quando o desmatamento aumentou, o fundo sofreu corte.

Desde que a Noruega iniciou seu apoio ao Fundo Amazônia, a diminuição do desmatamento na região evitou que mais de 4,5 bilhões de toneladas de CO² fossem emitidos. O número equivale a quase 100 vezes a quantidade total de emissões registradas anualmente pelo país nórdico.

COM AGÊNCIAS

_________________________________________________________________

Mais no MSN:

Bruxelas destina 20 milhões de euros para Venezuela (Via AFP)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon