Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Principais notícias

Brasileiro contratado por Fernando, ex-Grêmio e seleção, está preso por tráfico na Rússia, revela TV

Logotipo do(a) ESPN ESPN 01/09/2019 ESPN.com.br
Fernando comemora gol anotado pelo Spartak Moscow em cima do Ural Yekaterinburg, pelo Campeonato Russo © Getty Images Fernando comemora gol anotado pelo Spartak Moscow em cima do Ural Yekaterinburg, pelo Campeonato Russo

O volante Fernando tem 27 anos, foi revelado pelo Grêmio, passou pela seleção brasileira e nos últimos anos defendeu o Spartak Moscou. Desde julho, está no Beijing Guoan, da China. Agora, é acusado de abandonar na prisão e sem qualquer auxílio um funcionário que contratou para lhe prestar serviço ainda na Rússia.

O funcionário? Robson do Nascimento Oliveira, de 46 anos, ex-fuzileiro naval e que levava uma vida bem humilde em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Está preso desde 18 de março em Kashira, cidade a 110km de Moscou.

A história foi revelada em reportagem da TV Globo e do GloboEsporte.com levada ao ar neste domingo.

Sua esposa é Simone Barros, cozinheira que no fim de novembro de 2018 foi indicada para a sogra de Fernando, Sibelle Rivoredo, que a contratou para um período de experiência na casa da família na Barra da Tijuca, no Rio, já com o intuito e a promessa de, depois, enviá-la para trabalhar para Fernando e sua esposa, Raphaela, no país da última Copa do Mundo.

Simone falou da proposta de ir trabalhar no exterior para o marido, que ficou reticente por conta da distância e do tempo que ficariam sem se ver. Ela, então, pediu um emprego também para Robson, o que foi aceito por Sibelle, a sogra de Fernando. O casal ganharia um total de R$ 14 mil - R$ 6 mil para ele ser motorista e ajudar em coisas da casa e outros R$ 8 mil para ela ser a cozinheira da família de Fernando.

Em 9 de fevereiro deste ano, Robson e Simone embarcaram para a Rússia. A pedido de Sibele, o funcionário Leandro entregou ao casal no aeroporto Tom Jobim, no Rio, três malas com encomendas para a família de Fernando.

Substância proibida e pânico no aeroporto

Cerca de 18 horas depois, ambos desembarcaram no país europeu, no Aeroporto Internacional de Domodedovo, em Moscou. Minutos depois, foram parados por um funcionário do aeroporto que revistou as malas que levavam, as suas e as três com encomendas para a família do jogador.

Em uma destas três, entre várias outras coisas, estavam duas caixas do remédio Mytedom 10mg - cloridrato de metadona -, comprimido fortíssimo usado por quem lida com dores e também usado no tratamento de recuperação de viciados em ópio e heroína.

Problemaço: na Rússia, a metadona é considerada um entorpecente. O casal, sem falar nada de russo ou ao menos inglês, desesperou-se. Mas os dois avistaram William Sa Silva Sousa, o 'Rodela', estudante de Medicina em Moscou e espécie de 'quebra-galho' da família de Fernando. Ele fora buscar Robson e Simone no aeroporto.

O funcionário autorizou que 'Rodela' fosse até eles para ser uma espécie de tradutor. Simone, nervosa, mandou mensagens a Sibele, que de férias por Grécia e Itália com a família, respondeu a acalmando e explicando que tinha receita e que já a tinha enviado para 'Rodela'.

A receita existe mesmo, foi feita e assinada pelo médico Marcelo Tayah e está com a data de 26 de fevereiro deste ano. Para quem era o remédio, tarja preta? Para William Pereira de Faria, pai de Raphaela e, consequentemente, sogro de Fernando.

Ele usa a medicação para as crônicas dores que sente na coluna. O médico disse à Globo: "O senhor William é meu paciente desde 2017 e faz uso deste medicamente... A senhora Sibele me ligou dizendo que precisava dessa declaração para resolver o problema de um rapaz na Rússia..."

Alívio, mas só por alguns dias

Após 17 longas horas no aeroporto e de muita explicação, dada por 'Rodela', e desespero de Simone e Robson, o casal foi liberado, mas com o aviso de que a investigação sobre o motorista seguiria.

Ambos cuidaram da casa de luxo da família do jogador por 35 dias.

Em 17 de março, um domingo, Fernando e a família voltaram para Moscou, com os sogros Sibele e William juntos. Robson e 'Rodela' foram buscar todos no aeroporto em dois carros.

No dia seguinte, 18 de março, uma segunda-feira, os integrantes da família tomaram café juntos à mesa. Robson ajudava a esposa a lavar louça, quando Raphaela o chamou: "Vamos para sua primeira missão."

Missão: ser preso

Fernando, a esposa, Raphaela e o amigo 'Rodela' entraram no carro, e Robson o dirigiu com destino ao aeroporto, aquele mesmo no qual chegara vindo do Brasil. Lá, foram direto para a delegacia de polícia.

Em casa, Simone perguntou a Sibele o porquê de William, o sogro, não ter ido junto e ter levado a receita médica. A sogra respondeu que a filha sabia o que estava fazendo.

Por volta de 15h daquele dia, Robson falou com a esposa por telefone e já previa o pior: "Simone, acho que tá dando ruim aqui. Eu vou ficar preso!"

Ficou. De lá, saiu algemado algum tempo depois para a Unidade Penal de Kashira. Raphaela prometeu a Simone "que até quarta-feira isso será resolvido".

Sozinho. E abandonado?

Não foi. Fernando trocou o Spartak Moscou pelo Beijing Gouan em julho e foi com a família para a China. Simone voltou para o Brasil.

Robson segue preso, cerca de 20kg mais magro em relação a quando chegou a Moscou. Sem visitas de ninguém em nenhum momento: Simone não pode, por não ser casada legalmente com ele. As acusações contra o ex-fuzileiro naval são: tráfico internacional de drogas e preparação para o tráfico.

Simone, a mãe e o filho do motorista, à Globo, acusam Fernando e sua família de terem abandonado Robson. O advogado da família, Fernando Cassar, nega e garante que toda a ajuda possível foi oferecida.

Simone, que chorou em parte da entrevista, desabafou: "A proposta era para mim. E ele acabou indo junto comigo. E lá ficou. Como eu não queria ter conhecido essa família, meu Deus!"

O meio-campista Fernando, durante amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã © Getty Images O meio-campista Fernando, durante amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã Fernando, do Grêmio, comemora gol anotado contra o Santa Fé, pela Copa Libertadores da América de 2013 © Gazeta Press Fernando, do Grêmio, comemora gol anotado contra o Santa Fé, pela Copa Libertadores da América de 2013

_____________________

Vídeo: Renato Gaúcho cutuca Jorge Jesus em coletiva (ESPN)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon