Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

China diz que EUA pratica ‘bullying’ contra empresas de tecnologia

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 09/08/2020 Poder360
Medida é parte do conflito que começou em fevereiro, com revogação de credenciais de jornalistas norte-americanos © Unsplash/Macau Photo Agency Medida é parte do conflito que começou em fevereiro, com revogação de credenciais de jornalistas norte-americanos

A China classificou de “1 ato típico de bullying” as últimas medidas adotadas pelos Estados Unidos contra empresas de tecnologia do país asiático. Segundo o governo chinês, os atos dos norte-americanos tem como único objetivo manter o monopólio do setor.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, fez as observações durante a coletiva de imprensa diária. Ele comentava o decreto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O presidente dos EUA proibiu “empresas americanas e americanos” de fazerem transações com a ByteDance, proprietária do aplicativo chinês TikTok, caso o software não seja vendido para uma empresa americana em 45 dias.


A decisão também inclui o WeChat. De acordo com o decreto, o aplicativo compila muitas informações de seus usuários que podem “permitir o acesso do Partido Comunista Chinês aos americanos”.

Em 31 de julho, Trump já havia dito que baniria o TikTok do país. O presidente dos EUA acusa a plataforma e a China de usarem dados pessoais dos usuários para espionagem. A ByteDance, dona do aplicativo, negou qualquer vínculo com o governo chinês.




Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon