Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Em vídeo, papa Francisco diz que juízes devem ser isentos

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 04/07/2019 Leonardo Lellis
Papa Francisco comparou o diagnóstico pré-natal à eugenia © Yara Nardi/Reuters Papa Francisco comparou o diagnóstico pré-natal à eugenia

Em vídeo publicado nesta quinta-feira, 4, o papa Francisco ressaltou a importância da independência dos juízes e disse que ela deve ajudá-los a serem “isentos de favoritismos e das pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar”.

As imagens mostram a encenação de uma audiência em que as partes mostram diferentes imóveis: de um lado um prédio em um resort; do outro, uma casa simples.

“Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade. Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra”, completa a mensagem.

Nos comentários da mensagem, publicada no Twitter, muitos seguidores fizeram menções ao ministro Sergio Moro, que tem sua atuação como juiz contestada após a divulgação de uma série de mensagens com o procurador Deltan Dallagnol.

____________________________________

Galeria de fotos: 20 países que não existem mais (Espresso)

Quer receber as principais notícias do MSN Brasil pelo Facebook Messenger?
Inscreva-se agora.

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon