Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Mundo ultrapassa 5 milhões de casos do novo coronavírus

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 21/05/2020 Da Redação
Pessoas caminham pela Avenida Paulista utilizando máscaras; o Brasil é o terceiro país mais infectado pela Covid-19 - © NurPhoto//Covid-19: doença está descontrolada em 16 estados do país, revela estudo/Getty Images Pessoas caminham pela Avenida Paulista utilizando máscaras; o Brasil é o terceiro país mais infectado pela Covid-19 -

O número de casos do novo coronavírus no mundo superou a marca de 5 milhões nesta quinta-feira, 21, segundo monitoramento em tempo real da Universidade Johns Hopkins. Ainda de acordo com o órgão, são mais de 328 mil mortos e cerca de 1,9 milhão de recuperados.

O vírus, que surgiu em Wuhan, na China, no fim de 2019, se espalhou com força pelo mundo e já foi registrado em 188 países. Desde abril, o Brasil viu uma escalada no número de casos e mortes e hoje ocupa o terceiro lugar da pandemia, atrás de Rússia e Estados Unidos, primeiro em diagnósticos positivos e óbitos.

Atrás do Brasil estão Reino Unido e Espanha, que viram os números diários caírem drasticamente após duras medidas de isolamento social. O mesmo aconteceu na China, primeiro epicentro, e Itália, segundo epicentro do surto de Covid-19.

Pelo ritmo acelerado de diagnósticos positivos, com um recorde nas últimas 24 horas, o Brasil deve ultrapassar a Rússia em breve – hoje a diferença é de 17 mil casos. Estudos mostram ainda que, sem a chamada subnotificação, o país já estaria à frente dos EUA, que têm mais de 1,5 milhão de infectados.

Desde que a marca de 1 milhão foi registrada, no início de abril, a Covid-19 seguiu em ritmo estabilizado. Em média, a cada 12,3 dias o mundo registra 1 milhão de novos casos. Foi em 9 de maio que a marca de 4 milhões foi superada, exatamente 12 dias atrás. Com esse ritmo, o mundo pode chegar a 6 milhões de casos no início de junho.

Vídeo: Profissionais tentam 'aproximar' pacientes de familiares (EL PAÍS)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon