Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

De virada, Flamengo vence Cruzeiro na estreia no Brasileirão

Logotipo do(a) LANCE! LANCE! 28/04/2019 Fernanda Teixeira
Flamengo venceu de virada no Maracanã (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo) © Fornecido por Areté Editorial S.A. Flamengo venceu de virada no Maracanã (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

No duelo entre o campeão carioca e o campeão mineiro de 2019 deu Rio. Pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo derrotou o Cruzeiro, por 3 a 1, de virada, neste sábado, no Maracanã. Bruno Henrique, duas vezes e Gabigol marcaram os gols rubro-negros e Pedro Rocha, o da Raposa. A partida marcou a aposentadoria do zagueiro Juan, que antes da bola rolar, recebeu homenagens do clube de coração.

Na sequência do Brasileirão, o Flamengo encara o Internacional, na próxima quarta-feira, no Beira-Rio. O Rubro-Negro divide a liderança temporária com São Paulo, Chapecoense e Atlético-MG, que também venceram na rodada. Já o Cruzeiro recebe o Ceará, no Mineirão, também na quarta, às 19h15.

Poucas chancesOs primeiros minutos de jogo deram a falsa impressão de que o Flamengo faria pressão sobre o Cruzeiro. O Rubro-Negro começou explorando o lado direito do ataque, com Arão fazendo cruzamentos não aproveitados por Everton Ribeiro e Bruno Henrique. Os goleiros de ambas as equipes não fizeram defesas durante quase toda a primeira etapa. O Fla tinha mais posse de bola, mas muitas dificuldades de furar a defesa adversária. Do outro lado, a Raposa esperava a melhor chance de encaixar um contra-ataque, que não vinha.

Jogo esquenta Nos minutos finais do primeiro tempo, a partida ganhou emoção. Aos 39, Fred, o melhor em campo pelo time mineiro, acertou belo passe em profundidade para Pedro Rocha entrar cara a cara com César e abrir o placar no Maracanã. A reação rubro-negra, no entanto, veio rápido. No minuto seguinte, Everton Ribeiro levantou a bola na área, Fábio saiu mal, Bruno Henrique cabeceou e completou de sola para marcar seu primeiro gol no Brasileirão.

Em busca da viradaOs vinte minutos iniciais da segunda etapa foram de pressão dos donos da casa em busca da virada. Gabigol e Bruno Henrique desperdiçaram ótimas chances. O Cruzeiro só teve um lance de perigo, em arrancada de Marquinhos Gabriel, que acabou se enrolando com a bola. E de tanto insistir, o gol rubro-negro, enfim, saiu. Arão tabelou com Gabigol pela direita e cruzou rasteiro para um Bruno Henrique, em noite inspirada, marcar o seu décimo primeiro gol na temporada e levantar o Maraca.

Despedida em grande estiloCom a vantagem e pouco ameaçado por um Cruzeiro com dificuldades de criar, o Flamengo apenas administrava o jogo. E com paciência, o terceiro gol veio. Gabigol aproveitou bola defendida por Fábio na finalização de Bruno Henrique e ampliou. Com o resultado construído, Abel finalmente colocou Juan em campo, aos 45 minutos, atendendo aos apelos da torcida. Muito ovacionado, o zagueiro que “joga de terno” pisou pela última vez no gramado do Maracanã, com a camisa do clube de coração e deixou o campo emocionado com as muitas homenagens de antes e depois da bola rolar. Antes do apito final, um susto, Rodrigo Caio caiu desmaiado, após choque de cabeça com Dedé e deixou o campo de ambulância. 

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 X 1 CRUZEIRO

Data/Hora: 27/04/2019, às 21h (de Brasília)

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Gramado: Regular

Público/Renda: Pagantes: 29.459, presentes: 35.016/ R$ 1.311.592,00

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS) Nota L! - 6,5 - Controlou bem o jogo e não interferiu no resultado.

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (RS)

Árbitro de vídeo: Leandro Vuaden (RS)

Cartões amarelos: Pará, Léo Duarte, Gabigol (FLA); Murilo, Lucas Romero, Edílson, Fred (CRU)

Cartão vermelho: Murilo (39’/2ºT)

Gols: Pedro Rocha (39’/1ºT, 0-1), Bruno Henrique (40’/1ºT, 1-1 e 21’/2ºT, 2-1), Gabigol (44’/2ºT, 3-1)

FLAMENGO: César; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Arrascaeta (Diego, 29’/2ºT) e Everton Ribeiro (Juan, 45’/2ºT); Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Abel Braga

CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Dedé, Murilo e Dodô; Henrique, Lucas Romero (Lucas Silva, 23’/2ºT), Marquinhos Gabriel e Rodriguinho (Thiago Neves, 17’/2ºT); Pedro Rocha (Rafinha, 24’/2ºT) e Fred. Técnico: Mano Menezes

Mais de Lance!

image beaconimage beaconimage beacon