Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Michel Temer é preso pela Lava Jato, últimas notícias

Logotipo do(a) EL PAÍS EL PAÍS 22/03/2019 El País
© Foto: Evaristo Sá/AFP

Michel Temer (MDB), ex-presidente da República (2016-2018), foi preso pela Operação Lava Jato na manhã desta quinta-feira, 21 de março, em sua residência, na zona oeste de São Paulo. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela operação no Rio de Janeiro. O emedebista - acusado pelo Ministério Público Federal de liderar há mais de 40 anos um esquema criminoso que recebeu até 1,8 bilhão de reais - chegou no final do dia à sede da PF no Rio, onde ficará detido.

Também foram presos o ex-ministro da Secretaria Geral da Presidência de Temer, Moreira Franco (MDB), e o Coronel Lima, homem de confiança do ex-presidente. A prisão tem relação com a operação Radioatividade, um desmembramento da Lava Jato. Michel Temer já havia sido denunciado em dezembro na Lava Jato, em um processo que corria no Supremo Tribunal Federal (STF), por lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva em um caso envolvendo o setor portuário de Santos.

Ao deixar a Presidência em janeiro, o ex-presidente perdeu o direito ao foro privilegiado e seus processos foram remetidos à primeira instância. A defesa de Temer já entrou com um pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). O recurso será julgado pelo desembargador Ivan Athié, que julga caso relacionado. Segundo o site especializado Jota, o juiz tem perfil "garantista", ou seja, tende a questionar a prisão preventiva do ex-presidente.

Siga as últimas notícias sobre a prisão de Temer, AO VIVO:


Mais de El País

image beaconimage beaconimage beacon