Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Carlos Bolsonaro publica indireta sobre Decotelli

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 30/06/2020 Poder360
Vereador Carlos Bolsonaro durante cerimônia em homenagem ao Dia das Mulher. Carlos Bolsonaro é 1 nome frequentemente associado ao suposto 'gabinete do ódio' no Planalto © Sérgio Lima/Poder360 Vereador Carlos Bolsonaro durante cerimônia em homenagem ao Dia das Mulher. Carlos Bolsonaro é 1 nome frequentemente associado ao suposto 'gabinete do ódio' no Planalto

O vereador da cidade do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) publicou uma mensagem enigmática na manhã desta 3ª feira (30.jun.2020) no Twitter. O texto parece direcionado ao economista Carlos Alberto Decotelli, que teve a posse como ministro da Educação adiada depois de controvérsias em torno do currículo acadêmico. “Vejam sempre nas entrelinhas! Educação tem limite!”, escreveu. Eis o tuíte:

Tuíte de Carlos Bolsonaro © Reprodução/Twitter @CarlosBolsonaro Tuíte de Carlos Bolsonaro

Ex-presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), Decotelli foi anunciado como substituto de Abraham Weintraub na 5ª feira (25.jun). A informação, inclusive, já consta no currículo dele, que apresenta inconsistências. Nele, apresentava mestrado em Gestão Empresarial e professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas), doutorado em Administração pela Universidade do Rosario, na Argentina, e pós-doutorado pela Universidade de Wüppertal, na Alemanha.

As instituições negaram as informações. A FGV disse que ele não foi professor na instituição e que, depois da pandemia, vai apurar o mestrado de Decotelli –trechos idênticos a outros trabalhos publicados antes indicam 1 possível plágio na dissertação.

Decotelli cursou o doutorado na Argentina, mas não chegou a conclui-lo, pois a tese não foi aprovada. Já a universidade alemã afirma que ele era conhecido lá como professor da FGV, mas que não cursou pós-doutorado, só realizou pesquisa durante 3 meses. Decotelli já editou o currículo e corre o risco de perder o cargo.

Reportagem redigida pela estagiária Melissa Duarte com supervisão do editor Carlos Lins.

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon