Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Divórcio de Bill e Melinda Gates: as dúvidas sobre o destino de fortuna de US$ 124 bilhões

Logotipo do(a) BBC News BBC News 04/05/2021
Melinda e Bill Gates deram boa parte de sua fortuna à sua Fundação que trabalha com caridade pelo mundo © Getty Images Melinda e Bill Gates deram boa parte de sua fortuna à sua Fundação que trabalha com caridade pelo mundo

Bill e Melinda Gates anunciaram na segunda-feira (03/05) que vão se divorciar após 27 anos juntos, pondo fim a um dos casamentos mais famosos do mundo dos negócios.

Eles se conheceram na década de 1980, quando Melinda ingressou na Microsoft, a empresa fundada por Bill, e formalizaram sua união em 1994. O casal bilionário tem três filhos e dirige em conjunto a Fundação de caridade Bill e Melinda Gates.

Em uma curta mensagem no Twitter, publicada nas suas contas individuais, os dois anunciaram a separação, afirmando: "não acreditamos mais que podemos crescer como um casal".

"Depois de muito pensar e trabalhar muito em nosso relacionamento, tomamos a decisão de encerrar nosso casamento", diz a nota assinada conjuntamente.

https://twitter.com/BillGates/status/1389316412259270657

Bill e Melinda Gates dizem no comunicado que vão continuar trabalhando juntos na fundação. Em uma outra nota, a fundação disse que Bill e Melinda "permaneceriam como co-presidentes e curadores" e que "nenhuma mudança em suas funções ou na organização está planejada".

O casal também não deu detalhes sobre como será dividida a sua fortuna estimada em mais de US$ 124 bilhões (cerca de R$ 668 bilhões). No comunicado colocado no Twitter, eles pedem "espaço e privacidade" neste momento.

A revista Forbes lista Bill Gates como o quarto indivíduo mais rico do planeta, atrás dos empresários Jeff Bezos, Elon Musk e Bernard Arnault.

Melinda não aparece no topo da lista das mulheres mais ricas da Forbes, já que sua fortuna é contada junto com a de Bill. Caso a fortuna fosse dividida ao meio, Melinda seria catapultada para as primeiras posições da lista feminina. No entanto, não há informação sobre como o casal pretende dividir o patrimônio.

A revista Forbes destacou Melinda como quinta mulher mais poderosa do mundo em seu ranking do ano passado. Ela é a primeira mulher fora do mundo da política a aparecer na lista (que é liderada por Angela Merkel, Christine Lagarde, Kamala Harris e Ursula von der Leyen).

Ao contrário da separação de Jeff Bezos e MacKenzie Scott há dois anos, que levantou dúvidas sobre como ficaria a divisão de poder na Amazon, já que haveria redução no poder de voto de Jeff na empresa, a separação de Bill e Melinda deve ter pouco impacto na gestão da Microsoft. Isso porque Bill deixou o conselho administrativo da empresa há um ano.

Mas não se sabe como será dividido o dinheiro que o casal obteve com a empresa ao longo dos anos. Os dois não teriam feito acordo pré-nupcial antes de se casar.

Fundação bilionária de filantropia

Também restam dúvidas sobre o futuro do trabalho filantrópico de Bill e Melinda.

Uma fonte ligada à fundação criada pelo casal disse ao jornal britânico Financial Times que os dois são conhecidos pelo pragmatismo, e que provavelmente vão continuar colaborando para não enfraquecer os trabalhos de caridade.

Segundo o jornal, dentro da fundação, já foram criadas divisões entre as equipes alinhadas aos projetos nos quais Bill tem interesse, como novas tecnologias em saúde, incluindo vacinas de RNA mensageiro usadas na pandemia, ou projetos nos quais Melinda está interessada, como igualdade de gênero. Bill também publicou um livro recentemente sobre aquecimento global.

Como é o trabalho de filantropia do casal?

A Fundação Bill e Melinda Gates gastou bilhões lutando contra causas como doenças infecciosas e incentivando a vacinação de crianças.

Os Gates — junto com o investidor Warren Buffett — estão por trás do Giving Pledge (Promessa de Doação), uma iniciativa que convida os bilionários a se comprometerem a doar a maior parte de sua riqueza para boas causas.

A maior parte da atividade filantrópica do casal é feita através da sua fundação, que foi criada em 2000 em Seattle.

Ela se concentra principalmente em saúde pública, educação e mudança climática, e ajudou a custear cerca de US$ 1,75 bilhão em iniciativas de vacinas e pesquisas durante a pandemia de covid-19.

Em 2019, a Bill & Melinda Gates Foundation tinha mais de US$ 43 bilhões em ativos líquidos. Entre 1994 e 2018, o casal injetou mais de US$ 36 bilhões na fundação.

Que é o papel de Melinda nas decisões filantrópicas?

A Forbes diz que Melinda é a mulher mais poderosa no mundo da filantropia, destacando seu trabalho em direitos das mulheres, igualdade de gênero, educação, combate à pobreza e saneamento.

"Bill e eu somos parceiros iguais", disse Melinda à Associated Press em uma entrevista em 2019. "Homens e mulheres devem ser iguais no trabalho."

Em seu recente livro de memórias O Momento de Voar, ela escreveu sobre sua infância, vida e lutas pessoais como esposa de uma celebridade do mundo dos negócios e mãe de três filhos.

Melinda argumenta, na publicação, que trabalhar lado a lado de Bill na Fundação melhorou o relacionamento do casal. "Ele teve que aprender como ser igual, e eu tive que aprender como progredir e ser igual", escreveu ela.

Muitos dizem que Melinda foi a maior influência na mudança que aconteceu na carreira de Bill nas últimas décadas, quando o bilionário passou a se dedicar cada vez mais à filantropia e menos ao mundo da tecnologia.

Além do trabalho com a fundação, ela abriu em 2015 a Pivotal Ventures, empresa de investimentos voltada para mulheres e famílias.

"O mundo está finalmente acordando para o fato de que nenhum de nós pode seguir em frente quando metade de nós está presa", disse ela na época. "Os dados são claros: mulheres com poder transformam as sociedades".

Como começou o casamento entre Bill e Melinda?

Nascido em 1955 em Seattle, o empreendedor Bill Gates fez sua fortuna com a Microsoft, empresa que criou durante a revolução que aconteceu no setor de informática nos anos 1970 e 1980. A Microsoft logo se tornou a maior empresa fabricante de softwares para computadores pessoais do mundo. Ele tem 65 anos.

Melinda, que tem 56 anos, ingressou na Microsoft como gerente de produto em 1987, e conheceu Bill quando os dois se sentaram lado a lado em um jantar de negócios naquele ano em Nova York.

Eles começaram a namorar. Comentando sobre o namoro, Bill disse em um documentário da Netflix de 2019: "Nós nos importávamos muito um com o outro e havia apenas duas possibilidades: ou íamos romper o namoro ou íamos nos casar."

Melinda disse que antes de tomarem a decisão de se casar, Bill usou um quadro branco para escrever uma lista de "prós e contras de se casar" — uma atitude típica dele, que é conhecido por ser extremamente metódico.

Eles se casaram em 1994 na ilha havaiana de Lanai. O casal teria alugado todos os helicópteros locais para impedir que alguém sobrevoasse a cerimônia.

Bill deixou o conselho da Microsoft no ano passado para se concentrar nas atividades filantrópicas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=VTTp7e9yzX4

https://www.youtube.com/watch?v=1a56kIlucug

https://www.youtube.com/watch?v=JIQjCWedrRQ

Mais de BBC Brasil

image beaconimage beaconimage beacon