Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

15 dúvidas sobre febre amarela e a vacinação em grávidas e bebês

Logotipo do(a) Bebê Bebê 23/01/2018 Luísa Massa
Criança sendo vacinada © Thinkstock/Getty Images Criança sendo vacinada

Prevista para iniciar no dia 3 de fevereiro, a campanha de vacinação contra febre amarela foi antecipada nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A versão fracionada do imunizante será administrada na população entre a partir da próxima quinta-feira, 25. Já nos municípios da Bahia, o período da campanha permanece entre os dias 19 de fevereiro e 9 de março. Para esclarecer as dúvidas que grávidas e pais de crianças pequenas têm sobre a doença e sobre a imunização, conversamos com Régia Damous, infectologista do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, de São Paulo. Confira a seguir:

1. Como a febre amarela é transmitida?

No ciclo silvestre – como nos recentes casos que se espalharam pelo Estado de São Paulo -, a transmissão é feita pela picada dos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes. Eles precisam picar um macaco infectado para depois transmitir o vírus para um humano. Já no ciclo urbano, que não ocorre agora, o vetor do flavivírus é o Aedes aegypti – o mesmo que transmite denguechikungunya e zika.

2. Quais são os principais sintomas da doença?

Na forma leve, o paciente apresenta-se febril (temperatura acima de 37,8°C), com dores de cabeça e musculares, calafrios, náuseas ou tonturas. Em formas mais graves, podem ocorrer outras manifestações, como icterícia (quando a pessoa fica com a pele e os olhos amarelados), sangramentos em várias partes do corpo, dores abdominais, alterações neurológicas e até mesmo comprometimento hepático.

3. Grávidas podem tomar vacina contra a enfermidade?

Por ser feita com vírus vivo atenuado, normalmente a vacina é contraindicada em gestantes. No entanto, de acordo com recomendação da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), a imunização pode ser realizada durante a gravidez em situações em que o risco da infecção supera os riscos potenciais da vacinação.

4. E quem ainda amamenta?

A vacina também é contraindicada no caso das lactantes até que o bebê complete 6 meses. Ainda segundo a SBIm, se a vacinação não puder ser evitada, a orientação é suspender o aleitamento materno por dez dias, pois o vírus pode ser transmitido pelo leite materno.

5. Quando as crianças devem ser imunizadas?

O ideal é que a vacinação seja feita em dose única aos 9 meses de vida, mas em situações de surto ou viagens para áreas de maior risco, a partir dos 6 meses. Essa é uma questão que o pediatra deve avaliar. Vale lembrar que, em 2018, a vacina contra febre amarela passou a fazer parte do Calendário Nacional de Vacinação e agora é encontrada nos postos públicos de saúde – e não mais apenas na rede privada, como acontecia até 2017.

6. Qual a diferença entre a dose fracionada e a dosagem padrão da vacina?

A vacina é a mesma, a diferença está na dosagem e no tempo de proteção. Na dose padrão, é aplicado 0,5 mL da vacina contra a febre amarela e a pessoa imunizada estará protegida para a vida toda. Já na dose fracionada, será aplicado apenas 0,1 mL do imunizante, protegendo por pelo menos 8 anos. A versão fracionada será utilizada nas campanhas de vacinação dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

7. Caso seja recomendado, qual dose os pequenos e as gestantes devem tomar?

Crianças de 9 meses a menores de 2 anos de idade continuam recebendo a dosagem padrão, assim como as grávidas, quando o risco da infecção superar os riscos potenciais da vacinação.

8. A vacina contra febre amarela pode causar algum tipo de reação?

Sim. Como febre, dor de cabeça e dor muscular, porque como a criança teve contato com o vírus, ela pode apresentar um quadro de infecção simples. Existem manifestações mais graves, mas que são raríssimas, como a encefalite (uma inflamação do cérebro desencadeada pela presença de um agente infeccioso).

Vídeo: Febre amarela: SP fecha Zoológico, Safári e Jardim Botânico (Via )

A SEGUIR
A SEGUIR

9. E no caso da dose fracionada?

A composição da dose fracionada é a mesma da dosagem padrão e é tão segura e eficaz quanto. As reações que podem ocorrer, portanto, são as mesmas.

10. Sempre que a criança apresentar reação os pais devem buscar ajuda?

Caso percebam algo específico, eles podem procurar o pediatra. Geralmente, as clínicas de vacinação dão as orientações gerais, mas se eles estiverem preocupados, podem entrar em contato com o médico ou levar a criança a um pronto-socorro.

11. Quanto tempo depois de tomar a vacina a criança estará imunizada?

Após 10 dias, que é o tempo certo para a produção dos anticorpos. Se os pais forem viajar para determinada região e estiverem com dúvidas se precisam imunizar o filho, eles podem conversar com o pediatra ou procurar os ambulatórios de medicina para viajantes, que fornecem as informações necessárias.

12. Quem não pode tomar a vacina de febre amarela?

Grávidas, crianças até pelo menos 4 meses por causa do risco de encefalite, mulheres amamentando crianças menores de 6 meses de idade, pessoas com algum tipo de imunodeficiência (como HIV, neoplasia ou que fazem tratamento de quimioterapia) e quem tem alergia a ovo, pois o imunizante possui proteína do ovo em sua composição.

13. Como devem se proteger da febre amarela quem não pode receber a vacina?

Usando roupas que cubram as áreas expostas, passando repelente na pele (e até mesmo um pouco sobre a roupa), além de evitar viajar para as regiões endêmicas ou que estejam apresentando um surto da doença.

14. Quem tomou a vacina contra a febre amarela pode doar sangue?

A doação só poderá ser feita após 28 dias do recebimento da vacina.

15. Se a criança for infectada, qual é o tratamento para febre amarela?

Não há tratamento específico, mas, sim, uma observação clínica. É importante hidratar a criança, vigiar sangramentos, corrigir com medicações se ela tiver insuficiência renal. Geralmente, os pequenos ficam internados quando estão contaminados com a doença.


Siga o MSN no Facebook

Mais de Bebê

image beaconimage beaconimage beacon