Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Bactérias viram aliadas contra infecções no intestino

Logotipo do(a) Veja Saúde Veja Saúde 28/10/2020 André Biernath
A promessa pode aliviar diarreia e outros sintomas de uma infecção intestinal. © Ilustração: Jonatan Sarmento/SAÚDE é Vital A promessa pode aliviar diarreia e outros sintomas de uma infecção intestinal.

Como seu próprio nome entrega, a bactéria Clostridium difficile é dura na queda: quando ela invade o intestino, a pessoa costuma sofrer diarreias e uma inflamação pesada no sistema digestivo. E olha que isso não é tudo: a única forma de tratar a encrenca são os antibióticos. Ao mesmo tempo que eles podem resolver a parada, são o principal fator para a moléstia reaparecer.

Uma das alternativas mais promissoras é a transposição de uma microbiota equilibrada, rica em bactérias que beneficiam a saúde, para o indivíduo doente. E uma formulação criada pelas companhias Ferring e Rebiotix mostrou-se efetiva nos resultados preliminares dos testes de fase 3, o último estágio antes da aprovação para uso na população.

“A ideia é que a formulação seja analisada nos Estados Unidos este ano e chegue ao mercado brasileiro até 2024”, vislumbra Sérgio Teixeira, diretor médico da Ferring Brasil. 

Dominou geral

Até 15% dos pacientes têm o problema mais de uma vez

A guerra começa

Lidar com a Clostridium difficile está entre os grandes desafios da medicina. Essa bactéria se aloja no intestino grosso e provoca vários sintomas — de diarreia a inflamação.

Bomba atômica

Os antibióticos são a única maneira de lidar com a ameaça. O problema é que eles matam as bactérias ruins e boas, sem distinção. E isso abre alas para novas infecções.

Arma inteligente

Conhecido por ora pela sigla RBX2660, o novo tratamento é feito a partir de microbioma, um conjunto de bactérias saudáveis que vivem no nosso intestino.

Continua após a publicidade

Ação cirúrgica

O grupo de micro-organismos é introduzido no corpo por uma sonda retal. O objetivo é reconquistar o espaço e repovoar esse trecho final do sistema digestivo.

Desdobramentos

Transplante do microbioma poderá ter outras aplicações

Emagrecimento

Estudos com roedores indicam que o transplante de microbiota tem o potencial de modificar o peso. Mas há muita pesquisa a ser feita ainda a respeito desse tema.

Parkinson

Testes iniciais sugerem que a tática ajudaria pacientes com essa doença neurodegenerativa. É preciso esperar novas informações e trabalhos mais robustos.

Infecções

Assim como acontece com a Clostridium difficile, é possível pensar em formulações de microbioma para lidar com outros agentes infecciosos no intestino.

Continua após a publicidade

Mais de Veja Saúde

image beaconimage beaconimage beacon