Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Sintomas de gravidez: os 7 primeiros sinais que você deve observar

Logotipo do(a) Superela Superela 14/05/2018 Luisa Rodrigues
sintomas de gravidez © Reprodução sintomas de gravidez

Mulher, cê sabia que existem vários sintomas de gravidez que vão muito além do atraso menstrual? Bem, é disso que vamos falar hoje. Após a concepção, seu corpo produz um hormônio de gravidez chamado Gonadotrofina Coriônica Humana (hCG), que é o responsável pela maioria dos sinais de gravidez.

Contudo, antes de listarmos esses sinais, é importante lembrar que eles variam de mulher pra mulher. Algumas mulheres, por exemplo, não apresentam sintomas de gravidez até semanas após a primeira menstruação. Já outras apresentam os sintomas logo depois da implantação do óvulo fertilizado na parede do útero.

No mais, não se pode negar que alguns sintomas são super presentes e, por isso, moças que estão tentando se tornar mamães e moças que ainda não querem assumir esse papel, prestem bastante atenção no que seus corpos têm a dizer. Tentem perceber quaisquer mudanças, mesmo que sutis, que sugiram uma gravidez (seja ela precoce ou não).

Sendo assim, a primeira coisa que vou te falar é a seguinte:

Sobre testes de gravidez e o falso negativo

Miga, se você fizer um teste de gravidez logo após a implantação, o resultado pode dar negativo. Isso acontece porque seu corpo ainda não produziu uma quantidade significativa de hormônios de gravidez para que o teste conseguisse detectá-los. Por isso, o lance é fazer o teste a partir do primeiro dia de atraso da menstruação.

Só que aí é que vem o pulo do gato (e a motivação desse texto): mesmo quando é muito cedo para um teste de gravidez detectar uma gravidez, existem outros sintomas que podem ser observados até o veredicto final. Vem ver:

Sintomas de gravidez: os 7 primeiros sinais

1. Sangramento de implantação

O óvulo fertilizado costuma implantar na parede do útero cerca de oito a 10 dias após a ovulação. Esse processo pode causar um sangramentozinho de leve. Esse sangramento pode ocorrer, inclusive, perto do seu ciclo menstrual, viu? Por isso, é importante prestar bastante atenção nas diferenças entre os dois, que são:

  • O sangramento de implantação não dura tanto quanto um ciclo menstrual, ou seja, não tem fluxo;
  • É geralmente mais leve que a menstruação normal;
  • Também pode causar sintomas precoces de gravidez como dores abdominais que se parecem bastante com as cólicas menstruais, e/ou um aumento da temperatura do corpo.

2. Seios sensíveis e inchados

Quando os hormônios da gravidez chegam a níveis um pouco mais altos, nossas mamas começam a sinalizar a possibilidade de concepção. Elas podem ficar mais inchadas e doloridas, enquanto os mamilos ficam mais sensíveis. Isso acontece porque, durante a gestação, rola um aumento do fluxo sanguíneo no tecido mamário.

Esses sintomas, geralmente, desaparecem dentro de algumas semanas. Afinal, seu corpo se ajustará de acordo com as alterações hormonais as quais ele está sofrendo.

3. Tontura e dores de cabeça

Uma gravidez pode provocar dores de cabeça leves e/ou episódios de tontura. Isso acontece devido a variações hormonais, claro, e a alterações no volume e circulação sanguínea. Para combater esses dois sintomas de gravidez, certifique-se de se hidratar bastante. O ideal é beber, pelo menos, 2 litros e meio de água por dia.

4. Paladar, olfato e desejos incomuns

Um dos primeiros sintomas de gravidez têm a ver com nossos sentidos. A mulher pode se tornar excessivamente sensível a alguns cheiros ou ter uma tolerância bem baixa a certas comidas que nunca aconteceu antes. Por exemplo: alguns alimentos e bebidas que você SEMPRE amou podem não ser tão mais atraentes ao seu paladar, ou vice versa. É daí que surgem todos aqueles desejos repentinos por novas receitas e afins.

Além disso, algumas mulheres se queixam de ter muito mais fome que o normal e de sentirem, também, um gosto metálico na boca. Tudo isso acontece, claro, devido à montanha russa de hormônios que está o seu corpitcho.

5. Constipação e/ou gases

Esse é um dos sintomas de gravidez mais desagradáveis. Como se não bastasse nossos níveis hormonais aumentados afetarem nossos seios, mamilos, humor, sentidos, dignidade e etc, eles também podem alterar seu ritmo intestinal. Isso acontece porque a digestão durante esses sinais pode diminuir, resultando em menos evacuações e, consequentemente, constipação.

Essa constipação costuma aumentar o inchaço abdominal e causar cólicas e gases. Para amenizar tais sensações tão agradáveis, aumente sua ingestão de água e fibras. Além disso, evite bebidas com gás e alimentos que podem induzi-lo como brócolis, repolho, feijão, laticínios etc.

6. Bexiga mais “solta”

Mulher, se você está constantemente correndo para o banheiro para fazer xixi (apesar de não ter mudado o seu nível de ingestão de líquidos), fique atenta: esse é mais um dos primeiros sintomas de gravidez. Ele acontece porque, durante a gestação, o fluxo sanguíneo nos seus rins aumenta, fazendo com que eles produzam mais urina já após a concepção.

Essa sensação de “vontade contínua de ir ao banheiro” costuma diminuir ainda no primeiro trimestre, porém, volta aos poucos quando a mulher se aproxima do terceiro trimestre. Nessa fase, a quantidade maior de xixi acontece devido ao útero que, por estar bem maior, acaba colocando uma pressão adicional na bexiga.

7. Enjôos matinais

Muitas mulheres costumam sentir enjôos matinais em algum momento do primeiro trimestre de gravidez. Isso inclui náusea e/ou vômito. Embora este seja um dos sintomas de gravidez que aparecem cedo, pode acontecer a qualquer momento dela.

Contudo, como dissemos no começo do texto que cada mulher é uma, algumas gestantes, por exemplo, não têm vômitos e náusea. Sendo assim, um padrão a ser observado é: se tiver enjôos, tem que ser PELA MANHÃ ou então ao sentir algum cheiro forte e/ou gosto ‘estranho’ ao seu paladar.

Enfim…

Se você está com uma suspeita de gravidez, é importante saber quais sinais devem ser observados a partir de agora. A partir do primeiro dia de atraso da menstruação, o teste de gravidez já pode ser feito, viu? E ah! Detalhe importante: não existe FALSO POSITIVO, ok? Pode acontecer dele dar negativo por ainda estar muito cedo mas nunca falso positivo.

No mais, é sempre bom procurar por uma médica para te orientar sobre esse processo, viu? NUNCA fique à mercê do dtr. Google. NUNCA.

Imagem: via pinterest

E o que você responderia a essa pergunta aqui abaixo sobre sair de casa, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


Siga o MSN no Facebook

Mais de Superela

image beaconimage beaconimage beacon