Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Quer equilibrar os hormônios? Este é o detox recomendado

Logotipo do(a) Lifestyle ao Minuto Lifestyle ao Minuto 01/02/2018 Notícias Ao Minuto
Quer equilibrar os hormônios? Este é o detox recomendado: Um sistema hormonal equilibrado é a base da boa saúde e qualidade de vida, mas tudo depende daquilo que se come diariamente © DR Um sistema hormonal equilibrado é a base da boa saúde e qualidade de vida, mas tudo depende daquilo que se come diariamente

Fazer um detox é muito mais do que aderir a modas e tendências alimentares. É muito mais do que substituir as refeições sólidas por opções líquidas. Fazer um detox é limpar o organismo de potenciais impurezas, deixando-o no seu estado mais puro e capaz. E muitas dessas impurezas são daquilo que se come.

Por andarem à deriva da alimentação diária, os hormônios ficam facilmente desregulados quando a alimentação diária peca por excesso ou por defeito, ou quando os alimentos protagonistas em nada beneficiam a saúde. Fast-food, fritos, refrigerantes, alimentos processados, açúcar e álcool são apenas alguns dos culpados pelo desregulamento do sistema hormonal e por provocarem ou agravarem estados de saúde menos positivos.

+ Na reta final da gestação, Ivete Sangalo mostra berço das gêmeas

E é por isso que a palavra detox faz todo o sentido. Desintoxicar o corpo de tudo o que lhe tira saúde é a forma mais eficaz de manter os hormônios sob controle. Mas, em que consiste mesmo um detox hormonal?

Segundo o site Mind Body Green, esta desintoxicação passa, em primeiro lugar, por banir alimentos potencialmente inflamatórios durante, pelo menos, 21 dias. A publicação fala do álcool, do açúcar e da cafeína. Mas importa destacar a importância de banir as gorduras saturadas e trans, que facilmente se encontram em alimentos industrializados.

Mas não importa apenas proibir. Para que o sistema hormonal fique novamente equilibrado, é também fundamental nutri-lo e hidratá-lo e, por isso, nada como reforçar a ingestão de vegetais, que devem equivaler a uma média de três a seis xícaras por dia. De acordo a publicação, o ideal é que se dê prioridade a alimentos orgânicos e que na alimentação diária não faltem vegetais de folha verde, crucíferos, beterraba, cenoura, alho, cebola e alcachofra.

Ao contrário de muitos detox – que pecam por serem redutores e privarem o organismo de todos os nutrientes -, um processo de desintoxicação que visa melhorar o sistema hormonal requer ainda a inclusão de proteínas, devendo-se optar pelas vegetais ou pelas carnes e derivados de produção orgânica. A carne vermelha deve ser evitada.

E se os aminoácidos da carne são importantes, também as gorduras saudáveis são uma mais-valia, em particular o azeite virgem extra, o óleo de coco prensado a frio, o óleo de macadâmia, as azeitonas, o peixe gordo etc.

Por fim, e como não poderia deixar de ser, a ingestão regular de água é também determinante para o sucesso de um ‘detox hormonal’.


Siga o MSN no Facebook

Mais de Lifestyle ao Minuto

Lifestyle ao Minuto
Lifestyle ao Minuto
image beaconimage beaconimage beacon