Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Intervenção médica para a correção de lábio leporino e fenda palatina

16/08/2014 Colgate

Intervenção médica para a correção de lábio leporino e fenda palatina

A Academia Americana de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço afirma que cerca de 1.000 bebês nascem com lábio leporino e fenda palatina, que 2.000 bebês nascem somente com fenda palatina e que 20% das fendas são fissuras labiais. (1). O lábio leporino e a fenda palatina são os defeitos físicos de nascença mais comuns entre os bebês. O lábio leporino é uma fissura no lábio superior que ocorre durante o desenvolvimento fetal, quando o lábio não se funde. A fenda palatina é uma fissura no céu da boca (palato duro e/ou mole) resultante do não fechamento da estrutura do palato. Estes defeitos ocorrem devido a problemas genéticos (genes que causam a fissura ou um defeito que induz à fissura) de um ou ambos os genitores e problemas ambientais durante a gravidez (fumo, consumo de álcool, medicamentos,uso de remédios, exposição a vírus ou deficiência nutricional).

Diagnóstico e tratamento

O lábio leporino e a fenda palatina são identificados por ultrassom durante a gravidez e no nascimento. As fissuras podem, ou não, ser simples de tratar, dependendo de como a respiração, a ingestão e a fala podem ser afetadas. Se o bebê tiver dificuldade para se alimentar (não podendo sugar ou apresentar regurgitação nasal), é importante consultar um pediatra e discutir as estratégias para alimentá-lo. Os bebês que têm fenda palatina são mais propensos a ter infecções no ouvido e devem ser examinados por um especialista em ouvido, nariz e garganta. A fala pode ser uma preocupação importante uma vez que envolve os lábios e o palato, que influenciam a formação dos sons. Pode ser aconselhável consultar um especialista para determinar a necessidade de fonoterapia. É importante também consultar um odontopediatra para acompanhar como ocorrerá o desenvolvimento dos dentes.

Tratamento médico

Os bebês com fissura labial geralmente são submetidos a cirurgia até os três meses de idade. Os bebês com fenda palatina podem passar por procedimento cirúrgico até 12 meses e a cirurgia é mais complicada do que a de lábio leporino. É importante escolher o cirurgião certo para trabalhar com sua família na correção deste defeito. Se forem necessárias cirurgias complementares, podem ser realizadas entre a idade de 2 anos e a adolescência. Seu médico pode fornecer a você informações relacionadas com a fala, comportamento e fatores psicológicos da criança (2).

Opções cirúrgicas futuras

As novas pesquisas indicam que os médicos podem oferecer tratamento para o lábio leporino e a fenda palatina ainda no útero materno. Os médicos podem realizar intervenções cirúrgicas minimamente invasivas com pequenas incisões que não deixam cicatrizes perceptíveis após o nascimento do bebê. (2). Consulte seu médico e discuta suas preocupações e opções de tratamento para corrigir cirurgicamente a fissura labial ou palatina de seu bebê.

*Artigos fornecidos pela Colgate-Palmolive. Copyright 2014 Colgate-Palmolive.Todos os direitos reservados

image beaconimage beaconimage beacon