Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Anac anuncia fim dos postos de atendimento presencial em aeroportos

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 17/04/2019 André Romani
Sede da Anac, em Brasília © Givaldo Barbosa / Agência Globo Sede da Anac, em Brasília

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou nesta quarta-feira, 17, o fim dos postos de atendimento presencial que possui em quinze aeroportos do país, a partir de junho deste ano.

No total, a economia média estimada é de 10,8 milhões de reais a cada três anos. De acordo com a Anac, o custo de instalação e manutenção dos totens será de 1,2 milhão de reais a cada três anos. Já a manutenção dos funcionários custava 4 milhões de reais por ano.

Em nota, o órgão afirmou que “o serviço será descontinuado em razão da baixa procura e tendo em vista que há canais que suprem esse tipo de atendimento ao passageiro”. Segundo a Anac, a função é realizada por funcionários terceirizados que, basicamente, registram as manifestações na plataforma consumidor.gov ou “oferecem acesso ao computador para que o próprio passageiro possa fazê-lo”.

O serviço será automatizado. A partir de maio, totens de autoatendimento, semelhantes aos que existem em cinemas e supermercados, por exemplo, para busca de informações e envio de reclamações às empresas aéreas, estarão disponíveis aos passageiros nos 24 principais aeroportos do país.

O órgão afirma ainda que “os passageiros que não ficaram satisfeitos com resolução do problema individual via plataforma podem recorrer aos órgãos de defesa do consumidor, como os Procons, ou ao Judiciário para reparações individuais”.

______________________

Quer receber as principais notícias do MSN Brasil pelo Facebook Messenger?
Inscreva-se agora.

Este recurso não tem suporte na versão do seu navegador. Recomendamos atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer para usá-lo.

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon