Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Hotéis da Universal, em Orlando – Confira tudo que você precisa saber

Logotipo do(a) Rota de Férias Rota de Férias 14/04/2022 Paulo Basso Jr.
Hotéis da Universal, em Orlando – Tudo que você precisa saber - © Fornecido por Rota de Férias Hotéis da Universal, em Orlando – Tudo que você precisa saber -

Dos cenários litorâneos de Portofino, na Itália, a uma contagiante atmosfera surfista da Califórnia, os hotéis da Universal, em Orlando, revelam-se como opções temáticas interessantes para quem pretende passar algumas noites na cidade da Flórida e está em busca de algumas vantagens na hora de se divertir nos parques do complexo. Já fiquei em quatro deles e visitei todos os outros, então vou dar os detalhes aqui.

Famoso por abrigar os centros de lazer Universal Studios e Islands of Adventure, além do parque aquático Volcano Bay e do espaço de compras e gastronomia CityWalk, o grupo conta hoje com oito hotéis na região, todos eles administrados em parceria pela Loews Hotels e a Universal Parks & Resorts. Juntos, eles somam 9 mil acomodações e são divididos nas categorias econômica, econômica plus, preferencial e premium.

Siga o Instagram @rotadeferias e confira matérias e bastidores das nossas viagens pelo Brasil e pelo mundo.

Confira os oito hotéis da Universal, em Orlando:

  • Endless Summer Resort – Dockside Inn and Suites (econômico)
  • Endless Summer Resort – Surfside Inn and Suites (econômico)
  • Aventura Hotel (econômico plus)
  • Cabana Bay Beach Resort (econômico plus)
  • Sapphire Falls Resort (preferencial)
  • Royal Pacific Resort (premium)
  • Hard Rock Hotel (premium)
  • Portofino Bay Hotel (premium)

Vale a pena ficar nos hotéis da Universal, em Orlando?

Há algumas vantagens em ficar nos hotéis da Universal, em Orlando. A primeira delas é a localização, uma vez que as oito opções orbitam os parques do grupo e ficam em uma posição estratégica, perto da International Drive, a avenida mais turística da cidade, e de pontos turísticos como o Orlando International Premium Outlets, um dos shoppings mais queridos pelos brasileiros na região.

Além disso, para ir aos parques da Universal, basta usar gratuitamente ônibus ou barcos – estes últimos nos casos de Sapphire Falls Resort, Royal Pacific Resort, Hard Rok Hotel e Portofino Bay Hotel, que também dão acesso aos centros de lazer por meio de caminhadas. Do Aventura Hotel e do Cabana Bay Beach Resort, por sua vez, dá para ir a pé numa boa até o Volcano Bay.

A grande vantagem de ficar nos hotéis da Universal, porém, é pode entrar nos parques temáticos uma hora antes do público regular. Isso garante um tempo extremamente útil para brincar praticamente sem fila nas principais atrações do complexo.

Seguro viagem EUA – Pesquise as melhores opções do mercado e ganhe 5% de desconto ao usar o cupom ROTADEFERIAS5 no site Seguros Promo.

Os hóspedes dos hotéis premium (Royal Pacific Resort, Hard Rok Hotel e Portofino Bay Hotel) ainda têm um plus a mais, já que podem usar os cartões dos quartos como um Express Pass para acessar as filas mais rápidas de todas as atrações do Universal Studios e da Islands of Adventure, a qualquer hora do dia.

Independentemente da categoria, quem fica em qualquer um dos hotéis da Universal tem ainda o benefício de poder fazer compras em todo o complexo usando o cartão do quarto (o valor é debitado na hora do check out). De quebra, dá para solicitar que as sacolas sejam entregues diretamente na acomodação, para não ter de carregá-las enquanto se diverte.

Há desvantagens em ficar na Universal?

Para não falar que tudo são flores, passar uma semana inteira ou mais tempo exclusivamente em um hotel da Universal pode limitá-lo em relação a visitar outras atrações de Orlando. Os parques do grupo SeaWorld, como o próprio SeaWorld, além do Discovery Cove e do Aquatica, por exemplo, não ficam longe dali, mas os da Disney World, sim (uma vez que o complexo do Mickey está mais isolado, a cerca de 30 minutos da maioria das atrações mais turísticas da cidade).

Diante desse cenário, uma dica é mesclar estadias, até mesmo para economizar no transporte. Explico: passar três ou quatro dias na Universal é suficiente para visitar todos os centros de lazer e ainda curtir a boa estrutura dos hotéis, sobretudo nos dias mais quentes do ano, já que todos contam com restaurantes e boas piscinas.

Nesse período, dá para ficar sem carro, aproveitando os deslocamentos gratuitos no complexo. A partir daí, porém, pode ser uma boa alugar um veículo nos próprios hotéis da Universal (todos eles contam com escritórios da Avis, cujos preços você pode comparar aqui) e buscar opções em outras áreas da cidade, de repente mais acessíveis às atrações que pretende visitar.

Para usar telefone e internet nos EUA, clique aqui e garanta seu chip viagem internacional mais barato e com melhor conexão.

Assim, mesclar estadias revela-se como uma opção vantajosa não apenas para quem pretende economizar no transporte, mas também no valor médio gasto com hospedagem na viagem. Isso porque, a despeito de hotéis como o Endless Summer Resort Dockside Inn and Suites e o Surfside Inn and Suites terem ótimo custo-benefício, sobretudo para quem viaja em família ou grupos maiores, é possível encontrar opções ainda mais baratas nos arredores (nem sempre, porém, com a mesma qualidade).

Vale dizer ainda que até mesmo casas de aluguel podem ser consideradas nesse contexto. Afinal, se você viaja em grupos maiores, dá para dividir os quartos e rachar a conta, que raramente custa mais do que o valor somado de duas acomodações em hotéis econômicos de Orlando.

Ah, e no dia de transferência entre as hospedagens, não há com o que se preocupar em relação às diferenças de horário de check in (em geral, 16h) e check out (em geral, 11h). Afinal, todos os hotéis da região guardam bagagens gratuitamente, liberando-o para se divertir onde quiser e sem se preocupar com isso.

Conclusão

Na prática, as principais vantagens de ficar nos hotéis da Universal, em Orlando, são:

  • Localização perto dos principais pontos turísticos de Orlando
  • Entrada antecipada nos parques
  • Transporte gratuito no complexo
  • Pagamentos com chave do quarto
  • Entrega gratuita de compras na acomodação
  • Express Pass ilimitado (para quem fica nos hotéis Premium)
  • Estrutura completa, com piscina e restaurantes (quase todos contam com um Starbucks)
  • Loja com produtos da Universal
  • Acesso à locadora de carros no próprio hotel

As desvantagens de ficar nos hotéis da Universal, por sua vez, são:

  • Distância da Disney World
  • Limitação na hora de visitar algumas atrações da cidade
  • Possibilidade de encontrar preços mais em conta em outras regiões (embora seja importante colocar na conta a economia com transporte, por exemplo)

Pela minha experiência, quem vai pela primeira vez a Orlando para passar ao menos uma semana por lá se dá bem ficando parte do tempo nos hotéis dentro dos parques e parte fora.

Isso vale, principalmente, para quem viaja com crianças pequenas, pois é bem mais cômodo ficar perto dos centros de lazer, podendo recorrer ao relax da piscina caso a bateção de perna pelas atrações se torne muito cansativa – e, lembre-se, você está de férias.

Compare aqui os preços de todas as empresas que voam para os EUA e garanta as passagens mais baratas.

Já quem volta à cidade costuma ter suas preferências estabelecidas e, caso tenha virado fã da Universal, não há qualquer problema em passar a viagem toda nas hospedagens do grupo, deslocando-se via motorista de aplicativo ou carro alugado para as atrações nos arredores. Há muitas, como o complexo Icon Park, com roda-gigante, museu de cera e aquário na International Drive.

Isso também vale para quem pode ficar nos hotéis luxuosos da Universal. Afinal, dá para passar dias inteiros neles numa boa sem lembrar que existe vida fora dos muros, curtindo as áreas de lazer, os restaurantes e até mesmo as lojas, que são de alta qualidade.

Como é ficar nos hotéis da Universal

Nas minhas andanças como jornalista em Orlando, já fiquei em duas acomodações do Portofino Bay Hotel, duas do Royal Pacific Resort, duas do Cabana Bay Beach Resort e duas do Endless Summer Resort – Dockside Inn and Suites. Fora isso, fiz visitas guiadas ao Surfside Inn and Suites, ao Aventura Hotel, ao Sapphire Falls Resort e ao Hard Rock Hotel. Vou contar aqui o que achei de cada um deles.

Assine nossa newsletter com dicas semanas de turismo e ganhe um e-book exclusivo com dicas de viagem.

Endless Summer Resort – Dockside Inn and Suites

O Dockside Inn and Suites, mais novo hotel da Universal, é uma grata surpresa para quem procura custo-benefício. Gêmeo do vizinho Surfside Inn and Suites (a diferença básica entre eles é o tamanho e a decoração, já que o primeiro remete mais a tons ocres e elementos portuários, enquanto o segundo é mais azul e traz referências diretas ao surf), tem diárias a partir de US$ 91.

São 2.050 acomodações distribuídas em duas torres e com duas configurações: standard (com duas camas queen, para até quatro pessoas), e suítes, com dois quartos (para até seis pessoas) e copa com mesa, pia e micro-ondas, perfeita para quem viaja em família ou grupos maiores.

A decoração aposta em pranchas e quadros que remetem ao litoral da Flórida ou da Califórnia. O piso é de madeira (bem melhor que carpete), e todos os quartos contam com um pequeno armário com cofre, além de gaveteiro, TV e frigobar.

Os amenities são simples, mas repostos diariamente. Alguns quartos dão vista para o conjunto aquático, enquanto outros são voltados para a cidade.

Ambas as torres contam com piscinas grandes, com água climatizada e bar de apoio. Em uma delas há uma sala de jogos eletrônicos.

Próximo ao lobby há um restaurante chamado Pier 8, com estações que servem comidas variadas desde o café da manhã até o jantar. Há sanduíches, ovos com bacon, saladas, pizza, hambúrgueres, massas e por aí vai. Assim como quase todos os hotéis da Universal, o Dockside Inn and Suites conta ainda com uma loja da Starbucks.

Para ir aos parques, é simples: basta pegar os ônibus gratuitos que passam diversas vezes por dia nos pontos que ficam ao lado da entrada principal. Há ainda uma loja do Walgreens que fica a 5 minutos a pé do hotel.

Faça aqui sua reserva no Dockside Inn and Suites

Endless Summer Resort – Surfside Inn and Suites

As 750 acomodações do Surfside Inn and Suites têm estrutura idêntica às do Dockside Inn and Suites, nas configurações standard (para quatro pessoas) e suítes (para seis pessoas), inclusive com camas estruturadas para abrigar malas na parte inferior, a fim de ampliar o espaço. O tom da decoração é ligeiramente distinto, mas quem visita os hotéis no mesmo dia mal percebe que foi de um para o outro – não à toa, ambos estão sob a bandeira Endless Summer Resort.

A diferença mais marcante entre os empreendimentos é o conjunto aquático, já que a piscina do Surfside Inn and Suites tem formato de prancha de surf (ou peixe, dependendo do ponto de vista), enquanto as do vizinho lembram mais um splash d’água.

A praça de alimentação é chamada de Beach Break Café e também conta com estações que oferecem pratos e sanduíches variados do café da manhã ao jantar. Loja da Starbucks, locadora de carros da Avis, transporte gratuito para os parques via ônibus (é o mesmo que para no Dockside Inn and Suites) e salão de jogos completam a estrutura.

Uma curiosidade do Surfside Inn and Suites, cujas diárias também partem de US$ 91, é que ele e o vizinho gêmeo foram erguidos no terreno que, antigamente, abrigava o parque aquático Wet’n’Wild. Por isso, esses são os hotéis da Universal mais próximos da International Drive.

Faça aqui sua reserva no Surfside Inn and Suites

Aventura Hotel

O Aventura Hotel é o mais tecnológico da Universal, a ponto de contar com robozinhos que recepcionam os hóspedes e realizam alguns serviços, como entregas nos quartos. É, também, o mais vertical, já que ocupa uma torre de 17 andares que tem como destaque um rooftop, aberto inclusive a não hóspedes, com uma vista em 360º que fica ainda mais especial no pôr do sol.

Ao todo, o empreendimento conta com 600 acomodações divididas nas configurações standard e suítes. Todas acomodam até quatro pessoas, com destaque para as Kids’ Suites, nas quais as crianças têm um quarto separado, cujo acesso é feito apenas pelo quarto dos responsáveis.

Além de terem grandes janelas – de algumas é possível avistar os parques, sobretudo o vizinho Volcano Bay –, os quartos reforçam a tendência tecnológica do Aventura, com diversas tomadas e tablet para comando de algumas funções, como ligar a TV ou fazer reservas.

Na área de lazer, há piscina com espaço para crianças, lareira e academia. Já na hora de comer, além do Bar 17 Bistro, que fica no rooftop, e do moderninho barVentura, no lobby, destaca-se a praça de alimentação Urban Pantry. Até sushi é servido por lá.

As diárias começam em US$ 132.

Faça aqui sua reserva no Aventura Hotel

Cabana Bay Beach Resort

Uma atmosfera à la Beach Boys toma conta do Cabana Bay Beach Resort, que assim como o Aventura Hotel fica colado ao parque aquático Volcano Bay (colado mesmo, ao ponto de dar para ir a pé). Logo na entrada, carros clássicos fazem todo mundo entrar no clima das praias de antigamente, que se estende para o ótimo conjunto aquático do empreendimento, com direito a piscina, toboágua, lazy river e bar molhado.

Essas atrações se somam a outras, como pistas de boliche pagas à parte e uma ampla sala de games, para fazer do hotel um destino em si, que chama tanto à atenção das crianças quanto os parques temáticos.

O Cabana Bay Beach Resort conta ainda com uma praça de alimentação enorme e diversos restaurantes, que servem sanduíches e pratos americanos do café da manhã ao jantar. O principal é o Galaxy Bowl Restaurante, com asas de frango, pizza e hambúrgueres feitos na hora.

Ao todo, são 2.200 acomodações com capacidade para duas a oito pessoas. As maiores contam com dois quartos e copa equipada. São excelentes, a despeito de terem carpete, o que não combina muito com um complexo que valoriza tanto a água.

Mesmo assim, é um dos hotéis da Universal que mais recomendo, sobretudo para quem viaja com crianças. As diárias partem de US$ 132.

Faça aqui sua reserva no Cabana Bay Beach Resort

Sapphire Falls Resort

Único da categoria preferencial, intermediária entre a econômica plus e a premium, o Sapphire Falls Resort é um hotel novo, bonito, bem localizado e que não deve quase nada para os vizinhos mais luxuosos.

Não à toa, conta com um restaurante premiado, o Strong Water Tavern, que desponta em terceiro lugar entre os mais de 250 endereços gastronômicos listados pelo TripAdvisor em Orlando. Passei por lá (você também pode, pois é aberto a todos) uma noite para provar as especialidades caribenhas e tapas, que vão de queijos deliciosos a empanadas e curry verde de cabra, além de drinques a base de rum. O bufê de café da manhã do Amatista Cookhouse também é muito bom.

Com decoração primorosa, que destaca um enorme lustre no lobby e uma escadaria instagramável, o Sapphire Falls Resort abriga piscina com praia de areia branca e oferece transporte de barco para os parques temáticos da Universal.

Em relação às acomodações, são mil opções. Há quartos standard, para quatro pessoas, e múltiplas configurações de suítes, inclusive com quartos separados para crianças. As diárias começam em US$ 184.

Faça aqui sua reserva no Sapphire Falls Resort

Royal Pacific Resort

A temática é de Pacífico Sul, mas o Royal Pacific Resort lembra particularmente Bali, com clima zen e chafarizes em formato de elefantes. Com muita madeira e vidro, este é o hotel mais em conta entre os de categoria premium da Universal, cuja grande vantagem é permitir aos hóspedes usar a chave do quarto para pegar filas mais rápidas nos parques temáticos.

As mil acomodações recebem bem até cinco pessoas e têm vistas para a piscina em estilo lagoa (com prainha e cabanas de aluguel), os jardins e, muitas vezes, para os centros de lazer, que ficam nos arredores. Tanto que dá para ir de barco até eles, ou mesmo a pé.

Entre os restaurantes do hotel, o Islands Dining Room é ótimo para o café da manhã, mas nenhum supera em beleza o Orchid Court Lounge & Sushi Bar, ao lado do lobby. A decoração chama atenção pelos lustres enormes e de bom gosto, e o cardápio é especializado em sushis.

Para ficar no Royal Pacific Resort, é preciso desembolsar, no mínimo, US$ 272 por noite.

Faça aqui sua reserva no Royal Pacific Resort

Hard Rock Hotel

Murais de John Lennon e Elvis Presley, roupa de Lady Gaga, guitarra do Jon Bom Jovi, quadro do ACDC… Como o nome sugere, o hotel da famosa rede Hard Rock é o mais rock’n’roll da Universal.

Ali, até dentro da piscina (isso mesmo, depois de mergulhar), que fica ao lado de uma prainha com areia branca, dá para escutar música. Apresentações de bandas ao vivo e possibilidade de tocar guitarra no quarto, com fones de ouvido e sem incomodar os vizinhos, podem fazer parte da experiência de quem se hospeda por lá.

Luxuoso, o hotel conta com 650 acomodações para até cinco pessoas. Tem bons restaurantes, que servem clássicos americanos, grelhados e frutos do mar. Na comemoração dos 50 anos da rede, em 2022, foi lançado um hambúrguer especial, com carnes de boi e caranguejo. Vale passar no The Kitchen para provar, mesmo que não seja hóspede.

As diárias começam em US$ 312 e incluem benefícios como usar o cartão do quarto para pegar filas mais rápidas e ir de barco para os parques temáticos.

Faça aqui sua reserva no Hard Rock Hotel

Portofino Bay Hotel

Quem chega ao Portofino Bay Hotel tem de se beliscar para perceber que não está na Itália. O primeiro hotel da Universal em Orlando foi erguido em 1999 como sugestão de Steven Spielberg, após o diretor de cinema viajar para a vila italiana de Portofino. E, de fato, é a cara da cidadezinha à beira-mar.

Com barcos cenográficos (além dos que levam para os parques temáticos), praias de areia branca, restaurantes italianos, cafés, sorveteria, praças e uma fachada formada por prédios baixos e coloridos, este hotel é um dos melhores e mais luxuosos não só do complexo, mas de toda Orlando. Nos fins de tarde, caso o tempo permita, dá para ver, a partir da piazza principal, serenatas e óperas apresentadas em uma das sacadas voltadas para a lagoa.

Ficar no Portofino Bay Hotel significa ser paparicado o tempo todo. Os mimos são muitos, e isso fica claro desde que você entra no lobby e sente o perfume do local. Funcionários que chamam hóspedes pelo nome e brincam com o idioma italiano, assim como concierges, despontam por todos os lados. Até mesmo nas áreas das três piscinas, onde dá para alugar cabanas.

As acomodações, para até cinco pessoas, são confortáveis e esbanjam móveis clássicos. Destaque para as Kids’ Suites, com tema de Meu Malvado Favorito.

De tão bonito, o hotel merece uma visita mesmo que você não fique sequer na Universal. Considere ir a um dos restaurantes do pedaço, como o ótimo Mama Della’s Ristorante – de especialidade italiana, é claro – ou ao menos tomar um sorvete ou um vinho na piazza de frente para a lagoa. Aproveite para tirar fotos com motocicletas vespas e tudo mais.

As diárias partem de US$ 324. Assim como ocorre nos outros hotéis da Universal que se enquadram na categoria premium, quem fica no Portofino Bay Resort pode usar o cartão do quarto para pegar filas mais rápidas nos parques temáticos.

Faça aqui sua reserva no Portofino Bay Hotel

Este recurso não tem suporte na versão do seu navegador. Recomendamos atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer para usá-lo.

Mais de Rota de Férias

image beaconimage beaconimage beacon