Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica acusa comentador da RTP2 de fazer comentários xenófobos

Logótipo de Espalha-Factos Espalha-Factos 13/08/2018
© SIC notícias

Nelson Évora conquistou ontem a noite a medalha de ouro de triplo salto nos Europeus de Berlim, mas essa não parece ter sido a única notícia de destaque. Isto porque durante a emissão da RTP2, o comentador Luís Lopes teve aquilo que o Benfica considerou em comunicado um “comportamento xenófobo e racista inaceitável.”

Seria uma noite perfeita para o atletismo português, afinal o atleta do Sporting tinha acabado de conquistar o ouro ao saltar 17,10 metros. O atleta fez o que lhe competia, celebrou a vitória e apontou já aos próximos Jogos Olímpicos que decorrerão em Pequim. Teve ainda direito a uma picardia do seu colega de profissão Pedro Pablo Pichardo (Benfica), que ao dar os parabéns a Nelson, afirmou que “sem a minha presença é fácil.”

O problema surgiu quando o comentador Luís Lopes, da RTP2, teve aquilo que o Benfica qualifica como um “comportamento xenófobo e racista” perante o luso-cubano Pichardo, ao chamar-lhe em plena emissão de “cubano de importação“.

O atleta foi nacionalizado português no final de 2017 e é o atual detentor do recorde nacional do triplo salto, no entanto não pôde competir nos Campeonatos Europeus, porque a Associação Internacional das Federações de Atletismo ainda não descongelou o regulamento da mudança de nacionalidade.

O clube da segunda circular considerou o comportamento inaceitável por este estar a colocar “em causa a naturalização do atleta“. Prometeu ainda denunciar formalmente esta atitude junto da RTP, emitindo um comunicado através do seu site oficial.

A estação pública, ou Luís Lopes, não reagiram à polémica até ao momento. O comentador acusou a Federação de “um processo vergonhoso no decorrer dos últimos 7 meses“. O comentador considera que não se pode comparar um atleta que é naturalizado em idade adulta com um formado no país desde o início.

Nélson Évora, em declarações após a vitória em Berlim, considerou que “comprar atletas, naturalizar atletas, é algo ridículo“, sublinhando que “o segredo passa por fazer os nossos acreditarem que podem lá chegar, mesmo com muito trabalho, e todos aqui o demonstram“.

#luislopes#RTP#PedroPichardo#comentários#xenofobiapic.twitter.com/yVm6Tb6S3M

🦅 © Espalha-Factos 🦅 SLB 🇵🇹 © Espalha-Factos 🇵🇹 (@Glorioso_SLB) 12 de agosto de 2018

Comunicado:

Os comentários de Luís Lopes sobre as incidências do Europeu de Atletismo, na RTP, colocando em causa a naturalização do atleta Pedro Pablo Pichardo, que detém a melhor marca do mundo em 2018 no triplo salto, assim como a sua postura discriminatória em relação aos atletas do Sport Lisboa e Benfica durante a competição de Berlim, são inqualificáveis e intoleráveis num canal público de televisão, ainda mais porque não são inéditas por parte de alguém que é encarado como “especialista”.

O Clube critica veementemente este comportamento xenófobo e racista inaceitável e irá formalmente denunciar junto da RTP esta atitude absolutamente deplorável que revela total falta de isenção e até de cultura desportiva.

Recorde-se que Pedro Pichardo foi impedido de participar no Campeonato da Europa pela IAAF e não pela Federação Portuguesa de Atletismo. A FPA, após um período de hesitação institucional, tudo tem feito nas últimas semanas para normalizar a situação competitiva de um atleta de enorme valia e reconhecimento internacional, que irá de encontro ao interesse nacional.

O SL Benfica está confiante que Pedro Pichardo tem todas as qualidades para levar o atletismo português a um patamar superior na disciplina do triplo salto.

O post Benfica acusa comentador da RTP2 de fazer comentários xenófobos aparece primeiro no Espalha-Factos.


Veja também: O gesto de Nadal está a dar a volta ao mundo

A SEGUIR
A SEGUIR

AdChoices
AdChoices

Mais de Espalha-Factos

Espalha-Factos
Espalha-Factos
image beaconimage beaconimage beacon