Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Madalena Abecasis relata ataque de pânico: “Tive de me concentrar fortemente para não me esticar ali no chão”

Logótipo de SIC Mulher SIC Mulher 24/03/2020 SIC Mulher

A ‘influencer’ revela que, há dias, numa breve saída para ir ao supermercado, se sentiu mal e confessa que receia que estas situações comecem a ser cada vez mais frequentes. Madalena alerta ainda para os problemas psicológicos que poderão surgir depois do país sair da crise que está a viver por causa de Covid-19.

Madalena Abecasis © Instagram Madalena Abecasis

A crise pandémica que estamos a viver trouxe alterações drásticas ao nosso dia-a-dia e é natural que, a cada dia que passa, seja mais difícil gerir as emoções ligadas ao facto de estarmos em confinamento, de termos de nos adaptar a novas métodos de trabalho ou até de termos crianças em casa que estão elas próprias saturadas por verem as suas rotinas alteradas.

O marido e a filha mais nova de Madalena Abecassis © Instagram O marido e a filha mais nova de Madalena Abecassis

Tudo isso pode ter, a longo prazo, influência sobre a nossa sanidade mental e foi precisamente sobre isso que Madalena Abecasis escreveu no Instagram. “Não sou pessoa de sair muito de casa, não gosto de estar longe dos meus meninos (algumas horas ainda vá, mais do que isso é difícil), não gosto de ajuntamentos, multidões e tenho algumas dificuldades em estar com pessoas que não conheço (e mesmo com algumas que conheço)”, começa por explicar a influencer, antes de falar de uma experiência vivida há dias.

Os filhos mais novos de Madalena Abecasis, Zé e Júlia © Instagram Os filhos mais novos de Madalena Abecasis, Zé e Júlia

“Saí hoje pela primeira vez em 8 ou 9 dias (já nem sei…) para ir ao Spar da aldeia aqui ao lado de casa, comprar umas coisas que faltavam. O Nuno disse para ir eu, para apanhar ar e mudar de ambiente. Estava quase vazio, e ainda assim, já na caixa para pagar, deu-me um ataque de pânico, que já o estava a sentir a vir quando meti o cu no carro, e tive de me concentrar fortemente para não me esticar ali no chão em frente de gente. Se estas situações já me aconteciam na vida normal, agora então nem sei como vai ser. Eu nem imagino os problemas psicológicos que vão aparecer depois deste filme todo. Nas pessoas no geral. E em mim, em particular”, completou, visivelmente preocupada.

Vídeo: A pergunta de Cristina Ferreira ao Ministro da Educação (SIC)

A SEGUIR
A SEGUIR

AdChoices
AdChoices

Mais do SIC Mulher

AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon