Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

British airways e Lufthansa suspendem voos para o Cairo

A British airways não vai voar para a capital do Egito pelo menos durante sete dias. Uma decisão anunciada sem justificação detalhada. A companhia de bandeira britânica diz apenas que é uma "medida de precaução" para permitir uma investigação mais aprofundada. Este sábado, também a companhia aérea alemã Lufthansa decidiu suspender os voos para o Cairo a partir de Frankfurt e Munique - as duas únicas ligações diretas que faz para a capital egípcia. A Lufthansa diz também que é uma medida de precaução. Não há notícia de um aumento do alerta no Egito. Desde o atentado de 2015 contra um avião russo que o ministério britânico dos Negócios Estrangeiros desaconselha viagens para algumas zonas do país, sobretudo para as estâncias do Mar Vermelho. O Cairo está no entanto ainda fora da zona de risco. Sobre esta matéria, a British airways diz apenas que a segurança é a "principal prioridade" e que não opera um avião "a não ser que seja seguro".
image beaconimage beaconimage beacon